Calero se despede da torcida do Rio Claro FC e analisa propostas de Botafogo e Cagliari

123

Matheus Pezzotti

O argentino Franco Calero (ao centro) treinou por uma semana no Rio Claro FC e ainda nutre esperanças em disputar o Paulistão por outro clube
O argentino Franco Calero (ao centro) treinou por uma semana no Rio Claro FC e ainda nutre esperanças em disputar o Paulistão por outro clube

Enquanto aguardava seu voo no Aeroporto de Viracopos, em Campinas, na manhã da última quarta-feira (13), o atacante argentino Franco Calero – que por não ter chegado a um acordo financeiro com o Rio Claro FC decidiu procurar outro clube para jogar – fez questão de deixar uma mensagem aos torcedores do Galo Azul e demonstrar sua tristeza em sua partida.

“Infelizmente não cheguei a um acordo com o que o Rio Claro FC havia combinado e, com isso, decidi ir embora, porque tenho outras propostas. Como sou profissional, não posso ficar nesta indecisão. Espero que a torcida entenda a situação e sinto muito em sair, pois queria realmente ajudar a equipe no Paulista e me firmar no futebol brasileiro”, afirma.

A vontade do jogador era tanta em disputar o estadual da elite do futebol paulista, que aceitou reduzir seu salário, mas mesmo assim o acordo não aconteceu. Apesar da frustração, Calero ainda vislumbra disputar o Paulistão e estuda uma proposta do Botafogo, de Ribeirão Preto, mas pode acabar voltando para a Europa.

“Estou estudando o que será melhor para mim. Deixo o Rio Claro FC e a cidade com muito respeito. Fui muito bem tratado pelos companheiros, dirigentes, jornalistas e amigos. Agradeço principalmente ao Alex Silva, capitão do elenco, que sempre procurou me ajudar de todas as maneiras, e ao diretor de futebol Lucas Madalosso, que também me ajudou com muitas coisas”, ressalta.

O jogador tem recebido sondagens de clubes do Brasil e da Europa, como o Botafogo e o Cagliari
O jogador tem recebido sondagens de clubes como o Botafogo, de Ribeirão Preto, e o Cagliari

Citado, o capitão Alex Silva aproveitou para desejar boa sorte ao atacante argentino em seu futuro. “Foi um prazer trabalhar com o Franco Calero. Eu sei como é difícil sair do nosso país e ir para um totalmente diferente, com costumes totalmente diferentes e ter que se adaptar. Ele é uma pessoa incrível, muito trabalhador, dedicado, procura fazer o melhor e se adaptou rápido. Ficamos tristes pela situação, porque não queremos perder ninguém, em um grupo unido e muito qualificado. Ele tinha muita vontade de permanecer, mas acabou não dando certo, são coisas do futebol. Como capitão, o recebi muito bem e, quando me disse que não iria ficar, fiz meu papel não como jogador, mas como ser humano, ajudei-o com palavras de apoio e fiz o que estava ao meu alcance”, diz.

O capitão também destacou o apoio dado por Madalosso ao atacante e está certo de que seu futuro será definido em breve. “O Madalosso também deu uma atenção especial para que Calero retornasse para a Argentina. É um jogador muito qualificado e uma outra porta será aberta muito em breve”, finaliza.

De volta à Argentina, Calero aguarda o desfecho das negociações. Segundo fontes ligadas ao Botafogo, Calero interessa ao clube inclusive para a disputa do Campeonato Brasileiro da série C, mas a diretoria tem a concorrência de clubes europeus, como o Cagliari, da Itália, que também está interessado no atacante.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: