Laura Tesseti

Especialista orienta proprietários quanto aos cuidados com os cães durante as festas de fim de ano
Especialista orienta proprietários quanto aos cuidados com os cães durante as festas de fim de ano

Um ano novo está começando e, como tradicionalmente acontece em diversas partes do país, muitas festas com queimas de fogos acontecem na noite do dia 31 dezembro para 1° de janeiro.

Mas o que para muitos é divertimento, para outros é sofrimento. “Os cães têm sua audição muito desenvolvida, cerca de quatro vezes mais que a do ser humano. Devido a isso, possuem grande sensibilidade a barulhos. Nesta época de fim de ano, os proprietários devem ter atenção redobrada com o ambiente onde o animal vai estar durante essas queimas de fogos”, explica Amanda Aparecida Carita Uzzun, médica veterinária.

Publicidade

Carinho

A veterinária fala sobre a importância de estar ao lado do pet nessa hora de tanto nervosismo para o animal. “Estar por perto e acariciá-lo ajuda.”

Para tentar minimizar os efeitos prejudiciais que os fogos de artifício causam aos cães, a veterinária dá algumas dicas. “Primeiramente deve-se colocar a caminha ou casinha do pet no interior da residência, longe de janelas, portas e portões por onde o animal possa pular ou fugir”, fala.

Amanda orienta ainda que é fundamental que os proprietários estejam próximos de seus cães no momento em que os fogos começarem. “É muito importante que, no momento de muito barulho, os proprietários acariciem e acalmem o pet. Uma boa técnica é dar um brinquedo novo ao animal pouco antes dos barulhos começarem, para que fique mais distraído.”

PERIGOS

As redes sociais receberam centenas de publicações orientando as pessoas sobre os transtornos criados aos animais devido à queima de fogos e até imagens mostraram o desespero e o nervosismo de alguns animais. A profissional explica que alguns cachorros podem até morrer com o nervosismo. “É muito comum os cães apresentarem tremedeira, salivação e quererem se esconder. Em casos mais graves podem pular janelas, fugir, ter convulsões, parada cardiorrespiratória e até vir a óbito.”

THUNDERSHIRT

Amanda explica que thundershirt é um tipo de “blusa-peitoral” para os cães. “Ela faz certa pressão na região do tórax do cão, dando sensação de tranquilidade e segurança. Está sendo bem utilizada e pode ser uma opção”, finaliza.

Mais em Dia a Dia: