Por volta das 20h de quinta-feira (9), durante patrulhamento pelo bairro Jardim das Palmeiras, a equipe ROCAM foi informada por um transeunte que o autor de um furto ocorrido na noite do último sábado contra um imóvel no Diário Ville, de onde levaram vários objetos e uma cadelinha da raça Pug – a Paçoca, morava nas imediações.

A equipe se dirigiu ao local e se deparou com o acusado em frente à casa indicada. Submetido à revista pessoal, nada de ilícito foi encontrado, mas ao seu lado estava uma caixa de som da marca Mondial que não soube explicar sua origem e após nova entrevista, relatou ser um dos produtos que furtou em uma residência próxima. Disse, ainda, que haviam mais objetos no interior da residência.

Mediante autorização do acusado e da sua namorada, a equipe fez busca domiciliar para identificar os objetos que tinham sido subtraídos e, inclusive, onde estava a Paçoca. “De imediato, reconhecemos o animal devido à grande repercussão que sua subtração gerou nas mídias sociais e no jornal”, comenta a ROCAM.

Com o apoio das equipes de Força Tática foi feito contato com a vítima que reconheceu seus pertences e a Paçoca. Diante dos fatos, foi dada voz de prisão em flagrante delito por receptação. No plantão, o delegado retificou a voz de prisão elaborando adendo ao BO/PC do furto, confeccionou o Auto de Exibição, Apreensão e Entrega dos objetos e do cão recuperados, ouvindo e liberando o acusado.

Em contato com a família, a Paçoca foi resgatada sem ferimentos e passa bem. “Somos gratos a todos que nos ajudaram e à polícia. Foi um efeito ‘formiguinha’, em que cada um ajudou da sua maneira. A Paçoca está bem e feliz, e junto da família”, conclui.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Saúde intensifica ações contra a tuberculose

Prefeitura fecha trânsito na Av. Amaral Gurgel domingo