Baterias têm mestres veteranos e estreantes no Carnaval 2015

64

Adriel Arvolea

Na Passarela do Samba, são utilizados sinais e gestos para que o toque dos agogôs, cuícas, surdos e outros instrumentos esteja em perfeita harmonia com o samba-enredo. Cada agremiação tem sua técnica de comunicação entre os mestres e instrumentistas para que o público sinta a fúria da bateria.

Em meio a movimentos de mãos, dedos, braços e apitos, os mestres têm o desafio de manter o ritmo e a cadência. E o Carnaval 2015 marca a estreia dos mestres Ricardo Rubini, da Samuca, e Thierrys, da Grasifs. Neste vídeo, o diretor de bateria Willian Leandro representa o mestre da Voz do Morro.

Já os veteranos Fábio Godoy, UVA, e Guilherme Zaros, A Casamba, mantêm o desafio de empolgar os foliões.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: