Bariátrica: 1ª consulta só em 2018

406

Ednéia Silva

Os pacientes que aguardam para fazer cirurgia bariátrica pelo SUS (Sistema Único de Saúde) precisam ter muita paciência. A primeira consulta de avaliação para iniciar os procedimentos está agendada para 2018. Depois disso, calculam-se mais dois anos para realização da cirurgia. Enquanto esperam, as pessoas com problemas de obesidade têm que enfrentar as complicações causadas pelo excesso de peso.

É o caso de Rodrigo Cordeiro Azevedo, que pesa 150 quilos. Há quatro meses seu médico fez o pedido para a cirurgia bariátrica, mas o encaminhamento somente foi liberado na semana passada. Ao buscar o documento na unidade de saúde, Azevedo surpreendeu-se com a data da primeira consulta de avaliação: 25 de junho de 2018.

De acordo com ele, depois da avaliação, será submetido a triagem para somente então marcar a cirurgia. Esses procedimentos podem levar até dois anos. Se isso se confirmar, a cirurgia será realizada apenas em 2020. Azevedo critica a demora que ele considera descaso para quem sofre com a obesidade. O excesso de peso está lhe causando outros problemas de saúde.

A vereadora Maria do Carmo Guilherme, que acompanha as atividades do Grupo Bariátrica de Rio Claro, explica que o processo que antecede a realização da cirurgia é demorado. O paciente precisa ser acompanhado por vários profissionais, como cardiologista, nutricionista, psicólogo, psiquiatra e endocrinologista. Para realizar o procedimento, o paciente precisa obter autorização de todos eles.

Obesos têm que esperar quase três anos na fila de espera por cirurgia de redução de estômago (foto: Divulgação)
Obesos têm que esperar quase três anos na fila de espera por cirurgia de redução de estômago (foto: Divulgação)

Maria do Carmo comenta que seguir os critérios é importante para evitar problemas pós-cirurgia. Por isso, o processo é demorado. Além disso, a clínica tem limite de cirurgias definido pela DRS-X (Departamento Regional de Saúde de Piracicaba). A vereadora estima que hoje existam 200 pessoas à espera de cirurgia bariátrica pelo SUS na região.

O DRS-X e a Clínica Bariátrica de Piracicaba foram procuradas para falar sobre a fila de espera, mas não deram retorno até o fechamento desta edição. Na página da clínica na internet, tem um comunicado com orientações para usuários do SUS. Nele, a unidade informa que “a fila para cirurgias da obesidade da Clínica Bariátrica/HFC está atualmente em torno de 18 a 24 meses. O preparo pré-operatório foi distribuído dentro deste período para evitar transtornos de última hora (como a demora em conseguir exames em seu município), bem como manter a proximidade e seguimento estreito desde o pré-operatório”.

O texto diz ainda que “a fila obedece ao critério de data de entrada após a palestra inicial. Não basta se cadastrar pela internet. É necessário comparecer às reuniões e avaliações para estar na fila”.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: