Bairro de Rio Claro utiliza serviços em Santa Gertrudes

195

Laura Tesseti

Moradores do bairro Parque Flórida estão reclamando da falta de serviços básicos. Bairro pertençe a Rio Claro mas os moradores usam os serviços de Santa Gertrudes
Moradores do bairro Parque Flórida estão reclamando da falta de serviços básicos. Bairro pertençe a Rio Claro mas os moradores usam os serviços de Santa Gertrudes

Separado de Santa Gertrudes apenas por uma rua, o bairro Residencial Parque Flórida pertence à cidade de Rio Claro, mas utiliza constantemente os serviços de saúde e de educação da cidade vizinha. O assunto foi tratado pelo prefeito de Santa Gertrudes, Rogério Pascon, durante uma entrevista à Rádio Excelsior Jovem Pan News (1.410).

Falando sobre o aumento da população e dos serviços prestados, Pascon aproveitou e salientou que o Parque Flórida também é atendido por Santa. “Os moradores do bairro são atendidos em Santa, tanto na área da saúde quanto na educação, mas o recolhimento dos impostos vai para Rio Claro. A maioria dos moradores já era da cidade, por isso continua utilizando os serviços.”

A reportagem do JC esteve no bairro e conversou com alguns moradores que, de fato, confirmaram utilizarem os serviços em Santa Gertrudes, devido à proximidade e ao costume. “A maioria dos moradores daqui veio do Jequitibás, do Jardim Parque Industrial, bairros próximos, fica ruim irmos para Rio Claro, pois Santa é muito mais perto e sempre utilizamos esses serviços”, falou uma moradora do bairro há cinco anos.
Mas a distância da cidade de Rio Claro não é o único problema citado no bairro.

“Não temos hidrômetro, o correio não chega aqui, também não temos ligações telefônicas. Internet, só via rádio, pois é a única que existe fiação, sem falar na quantidade de animais como ratos e baratas que transitam pelas ruas, devido ao mato dos terrenos aqui. Rio Claro passa apenas para recolher o lixo duas vezes por semana, de segunda e sexta-feira. Mas nosso maior problema mesmo é a falta de segurança, temos muitos roubos e quem acaba ajudando é a polícia de Santa Gertrudes”, falou outro morador, que preferiu não ser identificado.

Em contato com a assessoria de imprensa da prefeitura de Rio Claro, a mesma esclareceu que o lixo passa três vezes por semana, não apenas duas, e que sobre as demais questões a prefeitura esclarece que o Parque Flórida está em processo de regularização por parte do empreendedor. Portanto, vários itens de infraestrutura só serão possíveis quando o bairro for totalmente regularizado pelo loteador.

“Além da coleta de lixo três vezes por semana, a prefeitura também está fazendo de forma periódica a limpeza e corte de mato nos terrenos do Parque Flórida. Além das áreas públicas, também são limpas e recebem corte de mato os terrenos particulares baldios daquela região, e, nesse caso, a prefeitura manda a conta para os proprietários faltosos, uma vez que a limpeza de terrenos particulares é responsabilidade dos donos”, diz a nota.

A prefeitura de Santa Gertrudes também foi contatada para falar sobre a situação, mas até o fechamento desta edição a reportagem não obteve retorno.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: