Aeroporto Regional: Cetesb aguarda documentos para análise

630

Lucas Calore

A Secretaria Nacional de Aviação Civil (SNAC) revelou nessa semana ao Jornal Cidade de Rio Claro que o projeto de implantação do Aeroporto Regional do Aglomerado – que deve ser localizado entre a área do município e a cidade de Iracemápolis – prossegue no Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil.

De acordo com a pasta, uma primeira entrega de documentos referentes ao terreno que poderá ser usado foi feita à Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), que fará a análise e levantamento topográfico. A companhia, porém, solicitou ajustes na documentação para a emissão da licença ambiental.

“A SNAC e a Prefeitura já providenciaram os documentos solicitados e deve ser feita uma nova entrega nos próximos dias”, informa. O novo sítio aeroportuário irá atender a população dos municípios de Rio Claro, Piracicaba, Iracemápolis e cidades vizinhas.

Região

Há poucas semanas, a Prefeitura de Piracicaba oficializou o apoio à construção do empreendimento em visita a Brasília. Segundo informou o diretor do Ipplap (Instituto de Pesquisas e Planejamento de Piracicaba), Arthur Ribeiro, após a conclusão do projeto básico por parte da SNAC, este será encaminhado aos três municípios envolvidos diretamente para que estudem qual será a forma de viabilizar a construção. “Possivelmente por meio de uma PPP (parceria público-privada)”, reforçou Ribeiro.

Rio Claro

Já a Prefeitura de Rio Claro informou ao JC que, embora o governo municipal tenha outras prioridades principais neste momento, está acompanhando o assunto e todas as tratativas que estão sendo feitas pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil).

O prefeito Juninho da Padaria participou de reunião na Anac com a presença de representantes do município de Piracicaba: “A prefeitura de Rio Claro ressalta que fará sua parte para que projetos que promovam o desenvolvimento do município sejam implantados”, comunicou a nota enviada pela assessoria de imprensa da administração atual.

2 COMENTÁRIOS

  1. Pois é, para que serve mesmo o aeroporto ocioso d e Rio Claro? Será que não podem ampliá-lo e ao invés de rasgarem dinheiro aumentar a capacidade de utilização do mesmo? Já não basta que o de Araraquara não deu certo e acabou voltando ao seu status de aeródromo, pq será? Até a única empresa de aviação aérea desistiu de fazer seus pousos e decolagens.

    Não querendo ser retrógrado ao desenvolvimento, mas jogar dinheiro público fora é ruim heim. Pq será que temos um dívida interna maior do que R$2 trilhôes de reais, pq teremos um déficit em contas corrente superior a R$170 bilhões em 2017, porque há o déficit previdenciário? Por que as despesas são maiores que as receitas e porque gasta-se muito mal sem se importar com o retorno gerado. Fatalmente poderá ocorrer isso na construção desse novo aeroporto.

  2. Luiz Camargo,

    Desculpe discordar com voce.
    O de Araraquara não deu certo e jamais daria, pois primeiro a região não é populosa como a nossa, segundo o PIB da região é menos de um terço do nosso. Esse aeroporto atende mais de 1 milhão de habitantes na região, razão pela qual comporta tranquilamente. Se fosse para atender só Rio Claro, voce teria razão. Segundo não é possivel ampliar o atual. Não há espaço e nem segurança para isso. A Área é nobre e deve ser melhor utilizada. Sempre defendi que seria um local idela para um Campus Federal aqui em Rio Claro, dado sua localização. Espero que seja realmente implantado, pois esta cidade precisa abrir um pouco mais a mente e deixar os tempos de carroças para tras. Outras cidades da região se desenvolvem mais rapidamente pois tanto a mentalidade da poupulação é difertente, e a política mais seria. Enquanto houver interesses particulares acima de qualquer coisa, nossa cidade sempre vai ficar para tras E deveremos ter a geração de muitos empregos no futuro. Pois vai ser um atrativo a mais para atrair empresas.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: