O caso do pintor de 55 anos que recebeu uma descarga elétrica de 13.800 volts na manhã de segunda-feira (26) enquanto trabalhava em um prédio em reformas na Rua 3 com a Avenida 14 é muito grave.

De acordo com o diretor do PSMI da Avenida 15, Dr. José Badra Neto, a vítima tem 60% do corpo queimado e as lesões são muito sérias: “Ele perdeu muito líquido em razão das queimaduras, estamos hidratando bastante. Pela manhã trocamos os curativos e estamos aguardando vaga em hospitais especializados neste tipo de tratamento na região. Ele está na lista de prioridades nas transferências no Estado de São Paulo”.

Confira no vídeo detalhes do acidente

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Notícias:

Saiba como denunciar assédio sexual sofrido no trabalho

Rio Claro vacina contra a Covid a partir das 7h30