Pacientes reclamam da falta de insulina e insumos para o tratamento do diabetes (foto Agência Brasil)

Divulgação

O número de pessoas afetadas pela Diabetes Mellitus (DM) vem crescendo de maneira alarmante, em decorrência do crescimento populacional, envelhecimento, aumento na prevalência de inatividade física e obesidade.

A DM é uma doença caracterizada pelo aumento na concentração de açúcar no sangue e as principais causas de morte associadas a esta condição são as doenças cardiovasculares, como por exemplo o infarto e o acidente vascular cerebral.

Publicidade

O laboratório de fisiologia cardiovascular da Unesp Rio Claro está realizando o projeto de pesquisa “Avaliação da função vascular e biomarcadores cardiometabólicos em homens e mulheres de meia-idade com Diabetes Mellitus Tipo II”, que tem por objetivo principal avaliar alguns parâmetros cardiovasculares como pressão arterial, frequência cardíaca e função dos vasos sanguíneos, bem como marcadores bioquímicos em homens e mulheres que possuem ou não Diabetes Mellitus.

Como participar

Mulheres diabéticas que estejam na pós-menopausa e que tenham até 60 anos de idade; homens diabéticos com idade entre 45 e 60 anos; mulheres na pós-menopausa que não possuam diabetes com até 60 anos de idade; homens que não possuam diabetes com idade entre 45 e 60 anos; não fumantes; fisicamente inativos, ou seja, que não estejam praticando atividade física regularmente.

Os voluntários diabéticos que fazem uso de insulina não poderão participar deste estudo, apenas aqueles que fazem tratamento com medicamentos via oral.

Os interessados em participar do projeto podem entrar em contato pelo telefone (19) 3526-4324 para agendar uma visita e saber mais sobre a pesquisa. O horário de funcionamento é de segunda a sexta das 8h às 18h. Na Universidade Estadual Paulista, Avenida 24-A, nº 1.515 – Bela Vista. E-mail: labcardi[email protected]

Mais em Notícias:

Previsão do tempo deste final de semana