A insatisfação do setor rural com a decisão do Governo de SP de cobrar ICMS (Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e Serviços) sobre insumos agropecuários chegou a Ro Claro.

Assim como em diversas outras cidades, agricultores do município se mobilizam, com apoio do Sindicato Rural, para realizar, nesta quinta (7), um “tratoraço” e demonstrar a indignação de representantes do setor contra a cobrança do imposto, que, segundo levantamento, reduziria entre 7% e 15% a rentabilidade dos produtores rurais.

Em Rio Claro, o movimento sairá às 7h da frente da Rodoviária (a concentração deve começar alguns minutos antes) e circulará pela Av. Visconde do Rio Claro até o Lago Azul e voltando, para se dispersar no mesmo ponto da concentração.

A ação segue uma movimentação de indignação que teve início nas redes sociais e cresceu nos últimos dias, resultando nestes “tratoraços” em diversos município.

Tentativa de reversão

A Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo (Faesp) vem tentando reverter a decisão, defendendo os produtores. Em reunião realizada na terça (5) não houve acordo e representantes do governo pediram tempo para analisar a proposta apresentada pela entidade.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia: