Tradicional Festa Italiana começa neste fim de semana

1574

Adriel Arvolea

Em 1940, Dom Orione atacado por graves doenças de coração e das vias respiratórias foi enviado para Sanremo. E ali, três dias depois de ter chegado, morreu no dia 12 de março, sussurrando suas últimas palavras: “Jesus! Jesus! Estou indo”. Vinte e cinco anos depois, em 1965, seu corpo foi encontrado incorrupto e depositado numa urna para veneração pública, junto ao Santuário da Guarda, em Sanremo na Itália.

O Papa Pio XII o denominou “pai dos pobres, benfeitor da humanidade sofredora e abandonada” e o Papa João Paulo II, depois de tê-lo declarado beato em 26 de outubro de 1980, finalmente o canonizou em 16 de maio de 2004.

No contexto do seu legado, tem início neste sábado (29) a 6ª Festa Italiana São Luís Orione, na Capela Santa Luzia. O evento, em prol da manutenção do Abrigo da Velhice São Vicente de Paulo e Centro de Convivência do Idoso ‘Mãe da Saúde’, remete ao espírito de devoção à Igreja e pelas almas, à santidade e assistencialismo por meio da comunidade religiosa.

A festa acontece nos fins de semana de 29 e 30 de abril, 6 e 7 de maio, 13 e 14 de maio, 20 e 21 de maio, a partir das 18h. Nos dias 6, 13 e 20, além da quermesse, haverá o Jantar Italiano. A adesão custa R$ 60,00. Já no dia 14, a partir das 12h, tem o tradicional almoço do Dia das Mães, no valor de R$ 45,00. Crianças de sete a 12 anos pagam R$ 35 e 25,00 nesses eventos, respectivamente. Para menores de seis anos é gratuito. A Capela Santa Luzia fica na Avenida 24-A, em frente à Unesp.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: