Temporal gera 18 ocorrências

44

Ednéia Silva

Leitor enviou foto de viatura do Corpo de Bombeiros que ficou atolada em canteiro da Visconde
Leitor enviou foto de viatura do Corpo de Bombeiros que ficou atolada em canteiro da Visconde

Rio Claro registrou mais um temporal no início da noite de quarta-feira (25). Em apenas 40 minutos choveu 53 milímetros, causando vários tipos de transtornos na cidade. A equipe da Defesa Civil trabalhou intensamente para atender as 18 ocorrências registradas.

O coordenador da Defesa Civil, Danilo de Almeida Kuroishi, comentou que Rio Claro tem 47 pontos com riscos de alagamento e vários foram afetados pela forte chuva. Quatro veículos ficaram ilhados pela enxurrada e submersos na Avenida 16 com a Rua 21, no Jardim São Paulo. Dois ocupantes precisaram ser “resgatados” pelas equipes do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil. Fato similar aconteceu na Avenida 8 com a Avenida Visconde do Rio Claro, onde uma moça ficou presa dentro do carro e precisou ser retirada pelos bombeiros.

Veículos também ficaram parados na enxurrada na Rua 17, entre as avenidas 14 e 16. Foi registrado alagamento na Avenida 18, entre as ruas 18 e 19. A via precisou ser interditada para conter o avanço dos carros e evitar acidentes. Alagamento também ocorreu na Avenida Visconde com a Avenida 12, na Avenida Tancredo Neves, onde uma van escolar ficou ilhada próximo ao Habib’s, na Avenida M-26 com a Rua M-15, na Avenida 80-A e no Alto do Santana uma casa foi alagada pela enxurrada.

Vários pontos ficaram sem energia por causa das descargas elétricas. A falta de luz atingiu as residências do trecho da Rua 13 até a Rua 29 no Bairro do Estádio. A queda de energia também afetou alguns semáforos que entraram em pane. Fato aconteceu na Avenida 80, na Rua 14, na Avenida Brasil, entre outros locais.

Na Avenida Visconde, entre as ruas 17 e 18, existe um canteiro de obras e a sinalização da obra foi levada pela enxurrada. A Defesa Civil fez nova sinalização no local. A mesma situação foi registrada na Avenida Visconde na rotatória da Rua 14. Também na Visconde um ônibus quebrou e ficou parado no meio da via.

O asfalto novamente cedeu na Avenida 16 com a Visconde, abrindo nova cratera no local. Essa é a terceira vez que o buraco abre no mesmo local. Nas vezes anteriores, veículos caíram na vala. Para evitar acidentes, um agente da Defesa Civil precisou fazer sinalização manual. Outra ocorrência de asfalto cedido foi registrada em trecho da Rodovia SP-316.

Nessa quinta-feira (26) as redes sociais foram tomadas por vídeos e fotos do temporal postados pelos internautas. A leitora Kelly Barbosa postou comentário no site do JC sobre a inundação ocorrida na Escola Municipal Arlindo Ansanelo, localizada na Vila Elizabeth. Segundo ela, os pais não puderam deixar as crianças nessa quinta-feira (26), porque a escola estava “inundada”. Com o temporal de quarta-feira (25), computadores, colchonetes, brinquedos, entre outros equipamentos e materiais, ficaram molhados.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: