SP-316: obras podem desalojar famílias

133

Ednéia Silva

Residências das famílias foram construídas em área às margens da rodovia e terão que ser retiradas para execução das obras de duplicação da estrada
Residências das famílias foram construídas em área às margens da rodovia e terão que ser retiradas para execução das obras de duplicação da estrada

As obras para melhorias e duplicação da Rodovia SP-316 (Constante Peruchi) foram muito esperadas. No entanto, elas representam um problema para algumas famílias que residem às margens da via em área localizada entre os municípios de Cordeirópolis e Santa Gertrudes: para execução das obras, elas precisarão ser removidas do local, fato que está sendo discutido pelas prefeituras.

No último dia 19, o prefeito de Cordeirópolis, Amarildo Zorzo, e o deputado estadual Aldo Demarchi se reuniram com o secretário de Estado da Habitação, Rodrigo Garcia, para discutir a construção de moradias para abrigar as famílias que precisarão ser removidas.

A assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal de Cordeirópolis informou que todo o processo com relação à obra está sendo conduzido pelo DER (Departamento de Estradas de Rodagem). De acordo com o órgão, ainda não foi definida a necessidade de retirada das famílias. O DER está fazendo levantamento do traçado da obra para verificar se o percurso irá afetar as residências.

A assessoria explica que a Secretaria de Estado da Habitação aguarda um posicionamento do DER sobre o caso para definir quais providências serão necessárias. A Prefeitura de Cordeirópolis esclarece que está atenta e acompanhando a situação para agir naquilo que for possível mediante contrapartida do DER.

Em nota, a Prefeitura Municipal de Santa Gertrudes informou que a desapropriação do terreno será feita pelo governo estadual através do DER. “No momento, uma área da prefeitura será desapropriada (onde está localizado um campo de futebol). Nessa área será construída uma rotatória, também parte onde está localizada a Estação de Tratamento de Água”, explica.

Segundo a prefeitura, existem duas casas próximas à linha férrea e as famílias já foram notificadas.

As obras de duplicação da rodovia serão executadas pela empresa Conter Construções e Comércio S/A, que venceu a licitação com proposta de R$ 52.690.841,57. O projeto prevê a restauração, recapeamento e pavimentação dos acostamentos do km 157 ao km 177 no trecho entre Cordeirópolis, Santa Gertrudes e Rio Claro, e também a construção de uma passarela no município de Santa Gertrudes, ponto com grande urbanização.

Palco de inúmeros acidentes, a duplicação da Rodovia Constante Peruchi é uma reivindicação de motoristas que utilizam diariamente a via. Depois de anos de pleito, finalmente o pedido foi atendido. As obras começaram neste mês na região do município de Cordeirópolis.

Os trabalhos prosseguem em duas frentes: próximo ao trecho do Anel Viário, que está sendo construído pela prefeitura, e outra frente de trabalho teve início na última sexta-feira em outro trecho próximo ao acesso da Rodovia Anhanguera.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: