Rio Claro registra 311 raios em 24 horas

221

Ednéia Silva

Rio Claro tem densidade de descargas de 8,85 por km²/ano, contra 193 da estadual. (Foto cedida pelo leitor Marcel Figueiredo)
Rio Claro tem densidade de descargas de 8,85 por km²/ano, contra 193 da estadual. (Foto cedida pelo leitor Marcel Figueiredo)

Uma forte chuva atingiu Rio Claro na madrugada dessa segunda-feira (12). O volume de água foi tão grande, que causou transbordamento do Lago Azul e também alagamento na Avenida 16, no Jardim São Paulo.

A chuva também veio acompanhada de muitas descargas elétricas, além de queda de granizo em alguns pontos da cidade. De acordo com Grupo de Eletricidade Atmosférica (ELAT) do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), caíram 311 raios em Rio Claro nas últimas 24 horas.

>>> VÍDEO: forte temporal e raios deixam população de vários bairros em alerta

A incidência de raios é alta na cidade. O ELAT considera alta incidência acima de 100 raios em 24 horas em um único município. Ainda segundo o ELAT, a densidade de descargas elétricas em Rio Claro é de 8,85 por km²/ano. Em 2014, foram registrados 2.633 raios na cidade, uma média de 7,21 descargas por dia.

De acordo com Danilo de Almeida Kuroishi, coordenador da Defesa Civil de Rio Claro, na região do Lago Azul choveu cerca de 57 mm (milímetros). O volume pluviométrico registrado na estação meteorológica localizada no Bairro do Estádio foi de 49 mm.

O coordenador informa que o município não registrou ocorrências graves. Além das duas citadas acima, teve desligamentos de semáforos e alguns ficaram em modo intermitente. No domingo, na região do bairro Santa Elisa, teve queda de granizo que se repetiu na madrugada dessa segunda-feira em outros pontos da cidade.

No Jardim Nova Rio Claro, uma casa foi invadida pela água da chuva. Rodrigo dos Reis conta que por volta das 6 horas levantou-se para ir trabalhar e quando abriu a porta a enxurrada invadiu a residência localizada na Rua 21. Ele conta que o problema é antigo, mas desta vez causou mais estragos, molhando colchão, guarda-roupa e outros móveis. A água atingiu cerca de 20 centímetros.

O problema acontece porque a água que vem da Avenida 1, que é muito íngreme, para na Rua 21 invade a moradia por causa de um desnível na rua e da falta de bocas de lobo no local. Reis conta que já reivindicou a instalação das bocas de lobo na via, mas até o momento não foi atendido.

Janeiro de 2015 começou bem em termos de chuva. Em janeiro do ano passado choveu 115 mm. Nesses 12 primeiros dias de janeiro (até a manhã dessa segunda-feira) a precipitação foi de 95,5 mm. E a previsão é de mais chuva para os próximos dias. Segundo Kuroishi, podem ocorrer pancadas de chuva nos finais de tarde ao longo de toda a semana. Devido à baixa umidade do ar e às altas temperaturas, a chuva pode vir acompanhada de ventos, raios e granizo.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: