Reclamação sobre reparos na iluminação pública deve ser registrada pelo 156

236

Ednéia Silva

Eduardo Zoornoff, especial institucional da Elektro, no estúdio da Rádio Excelsior Jovem Pan
Eduardo Zoornoff, especial institucional da Elektro, no estúdio da Rádio Excelsior Jovem Pan

Os problemas com o sistema de iluminação pública foram discutidos no programa Jornal da Manhã da Rádio Excelsior Jovem Pan nessa sexta-feira (13). O especialista institucional da Elektro, Eduardo Zoornoff, participou do programa para explicar as mudanças ocorridas no sistema e responder as perguntas dos ouvintes.

Zoornoff destacou que a manutenção do sistema de iluminação pública foi transferida para as prefeituras no dia 1º de janeiro de 2015. Em Rio Claro, com anuência da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), foi firmado acordo entre a prefeitura e a Elektro para a concessionária continuar a executar o serviço até o dia 30 de abril. As solicitações de reparos são recebidas pela prefeitura através do telefone 156 e encaminhados para a empresa, para que possam ser resolvidos.

O especialista ressaltou que o serviço vem sendo realizado pela concessionária em forma de cooperação para colaborar com a prefeitura e não deixar a população desguarnecida de atendimento até que a administração municipal possa concluir a licitação para contratar uma empresa que irá assumir a manutenção dos ativos.

Zoornoff foi muito questionado pelos ouvintes sobre demora no atendimento das solicitações. A população também aproveitou o canal aberto para cobrar providências de vários problemas, como trechos com lâmpadas apagadas e outros com luzes acesas durante o dia.

O especialista explicou que todas as ocorrências registradas até o dia 31 de dezembro de 2014 foram atendidas pela Elektro. Depois disso, o serviço foi transferido para a prefeitura. Como o governo municipal não tinha como prestar o serviço, este não foi realizado até a assinatura do acordo com a Elektro. Ou seja, o município ficou 24 dias em janeiro sem manutenção.

Segundo Zoornoff, a partir dessa data a Elektro começou a fazer a manutenção e desde então já foram regularizadas mais de 1.000 lâmpadas em toda a cidade. Ele salientou ainda que a empresa dobrou a capacidade de produção. Em 2014 recebia uma média diária de 13 chamados e hoje recebe 27. O áudio completo da entrevista pode ser conferido abaixo.

2 COMENTÁRIOS

  1. moro na av.54 esq.com rua 27 no jardim paulista 2 esta av. é dupla e tem canteiro no meio que tem arvores no lado impar tem postes da electro pois o lado par não tem iluminação publica estamos na escuridão total eu tem um mercado na esquina da av.54 c/R. 27 quando fecho apago as lampadas de fora ai a coisa fica um breu e agora to pagando 50,00 reais de de cada casa pra ficar no escuro quer dizer pago taxa de escuridão publica agora já apareceu diversos vereadores aqui oferecendo esse serviço só porque tá proximo a eleição agora vejo em todas as avs. de rio claro onde é dupla tem poste de iluminação publica dos dois lados só aqui porque é bairro de gente pobre há esse descaso com a população que parece que nosso dinheiro não tem valor obrigado e convido o jornal cidade o qual pode vir a noite pra verificar a escuridão em nós vivemos aqui

Qual sua opinião? Deixe um comentário: