População pode ajudar na limpeza utilizando as lixeiras

Lucas Calore

População pode ajudar na limpeza utilizando as lixeiras
População pode ajudar na limpeza utilizando as lixeiras

A limpeza urbana na região central de Rio Claro ganhou reforço com a instalação de novas lixeiras em pontos estratégicos de ruas e avenidas, totalizando 113 equipamentos.

Na região sul, na Avenida da Saudade, outras 35 lixeiras também foram instaladas. O preço de cada uma delas, pelo valor mais recente pago pela prefeitura, é de R$ 124,20.

Sérgio Guilherme, secretário municipal de Manutenção e Paisagismo, que coordena os trabalhos de limpeza na cidade, reforça que não basta colocar lixeiras, há a necessidade de retirar diariamente o lixo jogado dentro delas. “Na medida do possível, estamos aumentando os pontos pela cidade”, diz.

Ele informa que é obrigação de ambulantes que trabalham nesses lugares públicos manterem a limpeza dos locais. Em situações de praças onde há festas, também é de responsabilidade dos organizadores limpá-las após a realização dos eventos.

Junior Lima, que trabalha num carrinho de lanches no Jardim Público, reforça a limpeza gerada pelo estabelecimento com lixeiras próprias. “Tem que manter a higienização. Há quem vê o lixo e ainda assim joga sujeira no chão”, revela.

Estação

Um ponto que recebe muitas queixas por conta da falta de limpeza é a Estação Ferroviária, onde funciona o terminal urbano de ônibus. Doralice I. S. Vidoretti, usuária do transporte, reclama da situação.

“O pouco que passo por aqui vejo a desordem. Deveria ter câmera para monitorar”, diz. Ela aprovou a colocação de novas lixeiras no terminal e acredita que ajudarão na limpeza.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.