Internautas compartilham suposta campanha que seria um código entre mulheres que sofrem violência

Carine Corrêa

Internautas compartilham suposta campanha que seria um código entre mulheres que sofrem violência
Internautas compartilham suposta campanha que seria um código entre mulheres que sofrem violência

Circula nas redes sociais uma suposta campanha intitulada como Black Dot (ponto preto). O objetivo seria alertar sobre a violência doméstica: Se você um dia encontrar uma pessoa que lhe mostre a palma da mão pintada com um ponto preto, não pense duas vezes, por favor, ligue imediatamente para a delegacia. Esta pessoa precisa da sua ajuda rapidamente, detalha a descrição da campanha.

Com o objetivo de investigar a veracidade dessa campanha, a reportagem do Jornal Cidade entrou em contato com as autoridades policiais.

Coronel Humberto Gouvêa Figueiredo, que está à frente do Comando de Policiamento do Interior-9 (CPI 9) – ao qual Rio Claro é subordinada – informou que desconhece a campanha. “Institucionalmente, pelo menos no âmbito da Polícia Militar, não existe nada”, pontou. O delegado seccional de Rio Claro, Alvaro Santucci Noventa Júnior, também diz que desconhece qualquer informação sobre essa campanha.

No Facebook, muitos internautas compartilham a notícia da suposta campanha, sem saber sua veracidade.

Mais em Segurança:

VÍDEO: Dupla de moto rouba caminhonete no Santa Cruz

ÁUDIO: Boletim Policial desta sexta-feira (14)