Polícia fecha mais uma casa de ‘jogos de azar’

98

Sidney Navas

Investigadores e delegado da Corregedoria de Piracicaba apreenderam na tarde desta quinta-feira (27) dez máquinas de caça-níquel no interior de uma residência no bairro da Saúde. Quatro pessoas foram detidas em flagrante

100_8990
Casa que abrigava máquinas de caça níquel foi fechada pela Polícia Civil em Rio Claro

Munidos com um mandado de busca e apreensão, investigadores da Corregedoria da Polícia Civil de Piracicaba localizaram e fecharam uma casa no bairro da Saúde aqui em Rio Claro que estaria funcionando como uma central clandestina de ‘jogos de azar’, o que é proibido por lei. O delegado Evandro Haddad contou que as investigações vêm acontecendo há um bom tempo em outros 52 municípios da região, mas que em Rio Claro esse tipo ocorrência acontece com maior frequência. No mês passado, dentro de um sobrado, naquela mesma região também abrigava uma central ilegal de ‘jogos de azar’.

Os policiais que participaram da operação disseram ainda que quando chegaram ao imóvel localizado na Avenida 19, ninguém quis atender a campainha. Um chaveiro foi chamado para que o acesso ao interior da residência fosse feito. Lá dentro quatro pessoas foram detidas, entre elas três mulheres e um homem. Foram apreendidas 10 máquinas de caça-níquel, e cinco delas estavam acondicionadas em maletas de alumínio. Duas câmeras de segurança monitoravam o movimento externo nas imediações.

Conforme as informações policiais, o dono do imóvel disse ter alugado a casa para um homem que já teria sido identificado durante as investigações preliminares. Uma das mulheres detidas, depois de várias negativas, acabou confessando que trabalhava no local desempenhando a função de gerente, mas por outro lado, assegurou não ser a dona dos equipamentos. Os outros três detidos estariam jogando quando a polícia chegou. Todos foram levados até o prédio da Central de Polícia Judiciária na Avenida da Saudade para as providências cabíveis ao caso.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: