Polícia comenta caso de mulher asfixiada

196

Carine Corrêa

Nessa segunda-feira (19), a reportagem do JC conversou com o delegado André Müller sobre o crime que ocorreu no último sábado  (17): um homem matou a sua companheira asfixiada no bairro Indaiá, em Santa Gertrudes.

Müller detalhou que há a possibilidade de que o casal tenha consumido drogas durante a madrugada do dia em que ocorreu o crime. “Ele se apresentou na delegacia e disse que brigaram. Durante a briga ele justificou que tirou uma faca da mão dela, depois apertou seu pescoço com o braço e percebeu que ela tinha desmaiado. Em seguida ele fugiu. Disse que não foi intencional, mas foi indiciado”, explica o delegado. “Estamos aguardando o resultado da perícia para concluir o inquérito”, acrescentou. André Müller ainda detalha sobre o consumo de drogas no dia do homicídio. “Os dois eram viciados e teriam consumido drogas ilícitas e bebida durante a noite”, finalizou. As investigações agora seguem. O homem que matou a sua esposa não foi preso.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: