Pó de cobre e mármore em linha de pipa

497

Ednéia Silva

O uso de cerol nas linhas de pipa é proibido por lei, mesmo assim o produto é utilizado nas brincadeiras que se tornam cada vez mais perigosas. Depois do cerol surgiu a linha chilena com poder de corte quatro vezes maior. Agora, a mistura está sendo feita com pó de mármore e de cobre, que tem alto poder de corte e de condução elétrica.

Na sexta-feira (7) parte do bairro Parque Universitário ficou sem luz porque uma linha de pipa com pó de mármore e de cobre cortou o fio de alta tensão da rede de energia elétrica. O problema aconteceu por volta das 16 horas na Avenida 56 entre as ruas 18 e 19. A denúncia foi feita ao JC pelo munícipe João Altamiro Lazzarini, através do WhatsApp da Redação (19 – 9.9942-4100).

Linha de pipa com pó de cobre cortou o fio de alta tensão, deixando parte do Parque Universitário sem luz na sexta-feira (7)
Linha de pipa com pó de cobre cortou o fio de alta tensão, deixando parte do Parque Universitário sem luz na sexta-feira (7)

De acordo com ele, uma moradora levou choque porque o fio ficou caído na calçada. A concessionária de energia foi acionada, bem como a ouvidoria da prefeitura. O reparo foi feito por volta das 18 horas. Segundo o morador, o problema foi causado por crianças e jovens do próprio bairro. Para ele, os pais devem ficar atentos porque, se a linha cortou o fio de alta tensão, poderia causar acidentes graves, inclusive morte.

O comandante da Guarda Civil Municipal (GCM), Wlademir Walter, comenta que foram feitas várias apreensões neste ano de latas de linha com cerol e linha chilena. Ele conta que fez um teste dobrando a linha dez vezes e a linha chilena conseguiu cortar. Para ele, os maiores fiscais devem ser os pais na orientação dos filhos sobre o perigo de usar cortantes.

Devido ao risco de acidentes, a corporação realiza campanha para distribuição de antenas. Para 2015, a GCM busca patrocínio para viabilizar a campanha.

Vale lembrar que existem duas leis no estado que disciplinam o uso e a venda do cerol. A Lei estadual nº 12.192/2006 proíbe o uso de cerol ou qualquer produto semelhante em linhas de pipas e a Lei estadual nº 10.017/1998 proíbe fabricação e venda do cerol no estado.

Guarda Civil Municipal

A Guarda Civil Municipal de Rio Claro vem trabalhando para coibir o uso do cerol. O guarda Santos foi entrevistado no Jornal da Manhã, da Rádio Excelsior Jovem Pan News, para falar sobre este assunto. Clique no player abaixo para ouvir!

1 COMENTÁRIO

  1. A lei esta ai, mais cade a fiscalizaçao ja injuamos de ligar na guarda e eles dizem o problema e na cidade inteira, intao cade a fiscalizaçao se começar impor a lei devagar resolve, mas isso nao acontece.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: