Reforma no Santana traz tranquilidade para os vizinhos

Sidney Navas

Reforma no Santana traz tranquilidade para os vizinhos
Reforma no Santana traz tranquilidade para os vizinhos

As obras de reforma do prédio da antiga Unesp, no bairro Alto do Santana, trazem alívio para a vizinhança que sempre reclamava que o local, antes abandonado, era frenquentemente invadido por moradores de rua e usuários de drogas.

Maria Custódio, que mora nas imediações, diz que assim que os trabalhos foram concluídos toda a região será valorizada. “Espero que tudo termine logo”, explica a mulher.

Segundo os vizinhos, o grupo que morava lá já deixou o imóvel com o início da reforma, mas como nem todos os acessos estão fechados, eles temem por novas invasões. “Nossa esperança é que essa área seja ocupada colocando um fim neste tipo de transtorno. Dá pena ver tamanho abandono”, comenta o aposentado Silvério Camargo.

A empresa responsável pelas benfeitorias é quem cuida da segurança, diz a assessoria de imprensa da Prefeitura. Um dos itens do contrato assinado com o instituto estabelece que a construtora mantenha vigilância no local da reforma.

Segundo o Poder Público, a primeira etapa da reforma onde ficará a futura unidade rio-clarense do Instituto Federal de Educação(IFSP) começou na semana passada. Localizado na esquina da Rua 11, com a Avenida 32, no bairro Alto do Santana, o conjunto de edificações corresponde a uma área de aproximadamente 600 metros quadrado onde funcionou por muitos anos alguns cursos da Unesp.

O prefeito Dú Altimari, em visita ao canteiro de obras, afirmou que o setor educacional de Rio Claro está ganhando um investimento de peso e um importante prédio da cidade começa a ser revitalizado. Durante a visita, Altimari recebeu a confirmação da direção do instituto de que estão sendo preparadas as etapas posteriores da reforma. As autoridade assegura que neste momento está em fase de elaboração o projeto de adequação do hexágono da antiga Unesp Santana, que também será ocupado pelo IFSP.

A atual etapa tem investimento de aproximadamente R$ 700 mil e mão de obra da empresa R Maluf Engenharia e Construção, vencedora da licitação pública.

O bloco da Rua 11, com Avenida 32, ganhará completa reestruturação para abrigar setores administrativos, salas de aula e laboratórios. Essa parte do prédio estava sendo utilizada pela Fundação Municipal de Saúde (FMS), que mantinha no local o seu Centro de Especialidades e Apoio Diagnóstico (Cead), atualmente atendendo na Avenida 24, no bairro Santa Cruz.

Salas serão ampliadas e reformadas para serem utilizadas na parte administrativa e de coordenação, além de serem instalados laboratórios de química. A obra inclui troca de revestimento, de portas, reforma das partes elétrica e hidráulica e adequação dos banheiros. Também serão feitas as adaptações no setor da acessibilidade. O engenheiro que coordena os trabalhos, Luiz Gustavo Deotti, frisa que já foram removidos piso, forro, parte elétrica e portas, e já deu início a preparação para reforma nos sanitários.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Segurança:

Boletim policial desta terça-feira(27)