Marcello Quintanilha recebe principal prêmio na 49ª edição do Festival Internacional de Quadrinhos de Angoulême – AFP

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O quadrinista brasileiro Marcello Quintanilha levou o prêmio de melhor álbum do ano na 49ª edição do Festival Internacional de Quadrinhos de Angoulême neste final de semana. O evento, realizado anualmente na França, é o mais importante do mercado europeu de quadrinhos.

“Escuta, Formosa Márcia”, a mais nova obra do autor, é ambientada em uma favela do Rio de Janeiro e voltada ao impacto da corrupção dos poderes públicos na vida do cidadão comum, mas se distancia dos ares documentais de trabalhos prévios do artista.

Essa não é a primeira vez que Quintanilha leva prêmio em Angoulême. Ele foi premiado por seu gibi “Tungstênio” na categoria policial “Polar SNCF” em 2016. Naquele ano, o grande troféu do festival foi entregue ao livro “Here”, do americano Richard McGuire.

A protagonista de “Escuta, Formosa Márcia” é uma enfermeira que concilia sua rotina de trabalho num hospital público com bicos como cuidadora de idosos num bairro rico da cidade.

Em casa, Márcia administra seu relacionamento pouco inspirado com o peão de obras Aluísio e as tensões crescentes com a filha Jaqueline. As interações entre o trio, a proximidade da filha com traficantes, a relação entre os traficantes e a polícia e o empenho da mãe em afastar a filha de criminosos ditam os rumos trágicos do quadrinho.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.