Livro relata ensino de alunos com surdez

137

A educadora Glaucia Ester Pereira Marchesin lançou, na noite de quinta-feira (28), uma obra que reúne informações preciosas sobre um ramo da educação dedicado às pessoas com deficiência auditiva e/ou surdez. Voltado para educadores, psicólogos e fonoaudiólogos, o livro “Caminhos Para a Inclusão Escolar de Alunos Surdos” é fruto de estudos e experiências em sala de aula.

Glaucia começou a trabalhar na E.M. Clara Freire Castellano em 2011 – escola infantil que é referência para o ensino de alunos com surdez até 5 anos: “Não sabia nada sobre a questão e aos poucos fui auxiliando esses alunos e comecei a aprender Libras (Língua Brasileira de Sinais) com eles e também com os professores especialistas que lá trabalham”, explica ela, que cursou Pedagogia no mesmo período.

Em 2015, já graduada e lecionando, ela assumiu uma sala de aula na escola Armando Grisi, onde um aluno surdo que havia estudado na Clara Freire estava: “Ele foi a minha grande inspiração para a escrita do livro. Já trabalhei com outros surdos, mas desse realmente acompanhei o desenvolvimento desde o infantil. Enfrentei dificuldades para ensinar o sistema de escrita em língua portuguesa para esse aluno e então comecei a fazer minhas especializações para melhor ajudá-lo”, diz Glaucia.

Ela explica que, para esses alunos, aprender Libras vem primeiro que a língua portuguesa: “é totalmente diferente alfabetizar alunos ouvintes e alfabetizar alunos surdos”.

Das experiências surgiram trabalhos acadêmicos que acabaram se tornando o livro, a convite de editoras interessadas no assunto.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: