João Vallim fala do planejamento e traça objetivo de acesso

75

Matheus Pezzotti

Depois da vitória contra o Água Santa, que manteve o Velo na série A-2, Vallim comemorou com a torcida, dizendo que no próximo ano iria buscar a série A-1
Depois da vitória contra o Água Santa, que manteve o Velo na série A-2, Vallim comemorou com a torcida, dizendo que no próximo ano iria buscar a série A-1

Na metade de junho, o diretor de futebol do Velo Clube, João Marcondelli, confirmou a manutenção de João Vallim no cargo para comandar o time na próxima série A-2.

Na última sexta-feira (3), a redação do JC conversou com o treinador que, ao falar do projeto, deixou escapar que ficará no Rubro-Verde no mínimo por mais dois anos e buscará o acesso a todo custo.

“O projeto é subir para a série A-1, mas começando do zero, assim como foi feito na ‘Bezinha’ para chegarmos na série A-2, que conseguimos fazer. Agora vamos fazer um projeto para colocar o Velo Clube na série A-1 e vamos fazer de tudo para subir já nesse ano, se não conseguir, teremos mais um ano para buscar este objetivo”, afirma.

Na mesma entrevista de junho, Marcondelli confirmou que sete jogadores já estão acertados para disputar a série A-2 de 2016: o zagueiro Tiago Bernardi, o lateral-direito Mizael, os volantes Samuel, Niander e Ricardinho, o meia Luiz Henrique e o atacante Leleco. O meia Paulinho tem grande possibilidade de voltar, caso não receba proposta do exterior.

“Isso é muito bom porque são atletas da divisão e com experiência e tudo isso reforça o projeto que vamos implantar. E através desses jogadores, a gente começa a rastrear outros, dentro das condições financeiras do Velo Clube, sem medalhões. Montar uma equipe competitiva, como sempre, mas uma equipe, de preferência, com experiência na série A-2”, comenta Vallim.

O treinador também falou sobre o planejamento deste projeto, principalmente do processo da montagem do elenco.

“Quando acabou a série A-2 desse ano, nada estava definido, porque deixaram um rastro, um rombo financeiro antes da gente voltar e o Marcondelli disse que iria colocar a casa em ordem primeiro para depois pensar na próxima série A-2. Cerca de 25 dias atrás, conversamos e ele me disse que a intenção era me manter, fazendo um trabalho bem planejado, eu aceitei e também estou rastreando jogadores, assistindo alguns jogos das séries B e C do Brasileiro e agora da Copa paulista e série D do Brasileiro. O jogador que se enquadrar no nosso sistema de jogo e financeiro, vou passar para o Marcondelli, que vai decidir se contrata ou não. Terei parcela de indicação, mas a palavra final será do Marcondelli que é o diretor de futebol. O início dos treinamentos vai depender dos campeonatos. Se, em outubro tiver muitos atletas que contratamos em condições de trabalhar, vamos começar, mas se a maioria ainda estiver disputando campeonatos, vamos aguardar acabar. No máximo, no início de novembro a gente começa os trabalhos de treinos técnicos, táticos e pré-temporada”, diz.

No final do jogo contra o Água Santa, na vitória por 1 a 0 no Benitão, resultado que garantiu o Velo na A-2, Vallim foi comemorar com a torcida e dizia que no próximo ano levará o time na série A-1. Nesta entrevista, o treinador reforça o objetivo. “Vamos fazer um trabalho totalmente diferente do feito nesse ano, no sufoco, de manter o Velo na A-2 com aquilo que tinha no clube. Agora não, vamos começar do início, fazendo um trabalho adiantado de montagem do elenco. Vamos ter tempo para isso, bastante trabalho para que a gente já comece com o pé direito na série A-2 e vá até o fim e consiga o acesso já em 2016”, finaliza.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: