Hamilton durante a prova deste domingo, na Arábia Saudita – Andrej Isakovic/AFP

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O inglês Lewis Hamilton, da Mercedes, venceu o GP da Arábia Saudita neste domingo (5) e empatou com o holandês Max Verstappen, da Red Bull, na disputa pela conquista da temporada da Fórmula 1. Verstappen foi o segundo colocado neste domingo. O finlandês Valteri Bottas, também da Mercedes, completou o pódio.

Com a vitória e o ponto extra da volta mais rápida da corrida, Hamilton chegou aos 369,5 pontos na temporada, mesma pontuação de Verstappen. O holandês, porém, ainda tem a vantagem de ter mais vitórias que o inglês durante o ano –9 a 8.

A decisão, portanto, ficará para o próximo domingo (12), no GP de Abu Dhabi, último da temporada.

A corrida foi marcada por paralisações. Antes de o primeiro terço da prova ser concluído, houve duas bandeiras vermelhas após acidentes. Quando o GP foi retomado, Verstappen largou bem, passou Hamilton e Ocon e assumiu a liderança da prova.

Faltando sete voltas para o final da corrida, porém, Verstappen tomou uma punição de 5 segundos após uma disputa entre os dois pilotos e Hamilton assumiu a liderança, posição que manteve até o fim da corrida.

A vitória amplia uma sequência positiva de Hamilton, que vinha diminuindo a diferença de pontos entre os dois. O inglês havia vencido as duas últimas corridas, no Brasil e no Qatar.

Essa foi a primeira vez que a Arábia Saudita sediou um GP. , em uma pareceria que tem sido alvo de severas críticas por associar a categoria a um governo acusado de violar os direitos humanos. Hamilton falou sobre o tema antes da prova.

“Eu não posso fingir que eu tenho mais conhecimento do que alguém que cresceu nesta comunidade e é fortemente afetada por certas regras e o regime. Eu me sinto confortável aqui? Eu não diria que me sinto, mas não é escolha minha estar aqui. O esporte escolheu isso. Se é certo ou errado, acredito que enquanto estivermos aqui, é importante promover conscientização”, afirmou o piloto da Mercedes.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.