Foto: Imagem: Clive Mason – Formula 1/Formula 1 via Getty Images

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Lewis Hamilton, da Mercedes, venceu neste domingo (28) o Grande Prêmio do Bahrein, etapa que abriu a temporada 2021 da Fórmula 1. Em uma disputa emocionante contra Max Verstappen, o heptacampeão da Mercedes levou a melhor no fim e deixou o holandês da Red Bull com o segundo lugar. Valtteri Bottas, também da Mercedes, foi o terceiro.

A Red Bull mostrou força durante todo o final de semana, mas teve problemas logo na volta de apresentação: Sergio Perez viu o carro apagar a caminho do grid, determinando a suspensão da largada. O mexicano conseguiu reativar o carro, mas precisou largar dos boxes.

Os primeiros colocados fizeram uma largada segura, com Verstappen protegendo a primeira posição da abordagem de Hamilton. Bottas era o terceiro, mas acabou perdendo a posição para a Ferrari de Leclerc.

Antes da ultrapassagem do monegasco, porém, Nikita Mazepin perdeu o controle de sua Haas, escapou e bateu. Em pouco tempo, a direção de prova mandou o safety car para a pista. Melhor para Perez, que foi para os boxes trocar pneus.

Na relargada da terceira volta, Leclerc foi para cima de Hamilton, mas o britânico protegeu bem a segunda posição. Pierre Gasly (Alpha Tauri) vinha no meio do pelotão, mas perdeu a asa dianteira ao se tocar com Daniel Ricciardo (McLaren) e precisou ir para os boxes, caindo para a 19ª posição.

Na sexta volta, Bottas partiu para cima de Leclerc e recuperou a terceira posição. O ferrarista tentou dar o troco, mas o rival finlandês não cedeu espaço e acabou levando a melhor. Pior para Leclerc, que viu Lando Norris chegar na oitava volta – e tomar a quarta posição uma volta depois.

Com as trocas de pneus entre as voltas 12 e 15, Perez foi para o quinto lugar. Hamilton era quarto, mas tomou o terceiro lugar da Ferrari de Carlos Sainz – que foi para a parada na volta 16. Quando o vice-líder Bottas também foi para os boxes, o mexicano da Red Bull subiu para terceiro, atrás apenas do líder Verstappen (que não havia parado) e de Hamilton.

Mas o holandês entrou para a troca na volta 18 e Hamilton aproveitou para assumir o primeiro lugar, à frente da dupla da Red Bull. O mexicano não conseguiu resistir à chegada de Bottas e viu o finlandês assumir o terceiro posto. Depois, parou na volta 20 e retornou no 12º lugar.

Único piloto a não parar na primeira janela, Sebastian Vettel chegou a andar em oitavo, mas o desgaste dos pneus custou em uma disputa contra Carlos Sainz e Fernando Alonso a partir da volta 21. O espanhol levou a melhor e chegou ao oitavo lugar nas voltas seguintes, mas perdeu a posição para Perez no giro 25.

Hamilton parou de novo na volta 29 e voltou em terceiro, a 15 segundos de Verstappen. Bottas era o segundo lugar e parou na volta 31, mas a Mercedes teve problemas nos boxes e voltou em quinto, atrás ainda de Lando Norris e Charles Leclerc. Assim, a briga pela vitória ficou restrita apenas aos dois primeiros colocados.

Mais atrás, a Williams vinha com chances de pontuar, mas George Russell perdeu a décima posição para a Alfa Romeo de Kimi Raikkonen na volta 37. Pior para Russell, que ainda foi superado por Yuki Tsunoda e Sebastian Vettel, caindo para 13º.

Em quarto, Perez parou na volta 39 para colocar pneus médios, voltando em sétimo. Na volta seguinte, Verstappen parou e colocou pneus duros, voltando em segundo.

A dez voltas para o fim, Hamilton seguia firme na liderança, com Verstappen a quatro segundos e diminuindo a diferença. O holandês tomou o primeiro lugar na volta 53, a três voltas do fim, mas Hamilton deu o troco e reassumiu a liderança. Aí, não perdeu mais.

Mais em Esportes: