Student

ROGÉRIO PAGNAN – SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS)

O governo de São Paulo divulgou nesta terça-feira (24) a ampliação da delegacia eletrônica como forma de evitar a aglomeração de pessoas nas unidades policiais do estado.

Assim, a partir desta semana praticamente todos os tipos de ocorrências poderão ser registrados pela internet, com exceção de casos de homicídios, latrocínios (roubos com mortes), estupros e casos de violência domésticas.

A ampliação da delegacia eletrônica estava prevista para o segundo semestre, mas foi antecipada por conta da necessidade de confinamento social de pessoas como forma de combate à disseminação do novo coronavírus.

As unidades territoriais continuam com funcionamento normal, mas a orientação da Polícia Civil é a utilização do modo eletrônico de registro para evitar aglomerações em distritos e, com isso, aumentar a possibilidade de contaminação.

Após o registro pela delegacia eletrônica, um central analisará caso a caso e encaminhará para unidade que investigará o crime. A vítima receberá no e-mail as informações de como deverá proceder, como também a cópia do boletim de ocorrência.

O endereço eletrônico é www.delegaciaeletronica.policiacivil.sp.gov.br.

Mais em Segurança:

Boletim Policial desta sexta (29)