Espaço Livre da Avenida Visconde deve ser o local de homenagem a Ulysses Guimarães

Projeto foi criticado por ouvintes durante entrevista do vereador Paulo Guedes

O projeto de construção de uma sede para a Câmara Municipal de Rio Claro no Espaço Livre da Avenida Visconde sofreu um duro golpe com a realização do Rango & Rock, evento que reuniu grande público no último fim de semana do mês de junho. Durante entrevista do vereador Paulo Guedes (PSDB) à Rádio Jovem Pan News, vizinhos da área se manifestaram contrários à ocupação por um prédio para o Legislativo, lembrando que o festival serve como “termômetro” para o potencial do local para a realização de eventos, uma lacuna existente no município. O projeto prevê a construção de um imóvel com investimentos de cerca de R$ 15 milhões.

Na entrevista, Paulo Guedes defendeu a necessidade de prédios separados para os dois poderes, para “evitar interferências”, mas acabou concordando sobre a necessidade de estudo da área. Questionado sobre o tema, o prefeito Gustavo Perissinotto (PSD) evitou opinar sobre o tema, mas destacou que a maciça presença do público no Rango & Rock indica que o Espaço Livre pode realmente ser um local de vocação para sediar eventos. “Essa é uma discussão que a gente vai precisar fazer”, declarou o prefeito. Atualmente, a área está sob a administração da prefeitura, após devolução feita pela Fundação Ulysses Guimarães. Os vizinhos defendem uma consulta pública sobre a área, para definir qual a melhor destinação. Está, portanto, aberta a discussão. Qual deve ser o futuro do Espaço Livre na Avenida Visconde?

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Política: