Equipe do Sesi Rio Claro vence competição nacional de robótica

535

É de Rio Claro a melhor equipe de robótica do Brasil. A Thunderbóticos ficou em primeiro lugar geral dentre as 83 que competiram no Torneio de Robótica FIRST Lego League. O anúncio foi feito na noite de domingo (18) em Curitiba.

A equipe Jedi’s, do SESI de Jundiaí conquistou o segundo lugar e, em terceiro, ficou a Big Bang, do SESI de Birigui. Com o pódio formado agora, os pensamentos se voltam para a etapa internacional. As três equipes irão para o World Festival, em Houston (EUA).

A equipe Thunderbóticos do SESI Rio Claro foi coordenada pelo professor Leonardo Vinícius Santolim e formada pelos alunos Letícia Mariane Teixeira, Renan de Oliveira Torresin, Vanessa Moreno Sousa Pinto, Felipe de Oliveira Guimarães Bataglini, Nádima Carlevaro de Souza, Wilian Ricardo Tessari Junior, Livia Mendes Vieira Ligo, Bruna Krol Lopes e Thainá Barros Cardoso.

Torneio

O Torneio de Robótica FIRST LEGO League é um programa internacional de exploração científica, que promove o ensino de ciência, tecnologia, engenharia, artes e matemática no ambiente escolar e contribui para o desenvolvimento de competências e habilidades comportamentais para a vida. A cada ano o torneio estimula o trabalho colaborativo, a criatividade e traz desafios do mundo real para os alunos.

Criado em 1998 pela FIRST – uma organização não governamental – em parceria com o Grupo LEGO, a competição propõe que estudantes sejam apresentados ao mundo da ciência e da tecnologia de forma divertida, por meio da construção e programação de robôs feitos inteiramente com peças da tecnologia LEGO Mindstorm. No Brasil, desde 2013, o SESI é a instituição responsável pela organização do torneio (etapas regionais e nacional).

TAREFAS

Em cada torneio, os estudantes precisam realizar quatro tarefas. Uma delas é o Desafio do Robô, quando os estudantes colocam os robôs de Lego para cumprir determinadas missões. Para realizar as tarefas, o robô pode capturar, transportar, ativar ou entregar objetos na mesa de competição. Tudo de forma lúdica, simulando situações reais.

Na temporada atual, por exemplo, com o tema água, os robôs tiveram de fazer coisas como remover um cano quebrado, virar tampas de bueiro e mover bombas de água. As equipes têm direito a três rounds, de 2 minutos e 30 segundos cada, para execução.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: