Eduardo Cunha afastado da Câmara dos Deputados

40

Da Redação

Teori Zavascki, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e relator da Operação Lava Jato, determinou uma liminar (provisória) na manhã desta quinta-feira (5) em que pede o afastamento do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e do seu mandato de deputado federal.

A liminar foi aceita pela ação pedida por Rodrigo Janot, procurador-geral da República, no mês de dezembro de 2015. A medida visa, de acordo com o ministro, neutralizar riscos apontados por Janot no pedido de afastamento.

O aliado de Cunha, o deputado Waldir Maranhão (PP-MA), assume a presidência da Câmara dos Deputados. Entre os pontos listados por Janot para o afastamento do deputado, destacam-se os fatos de que Cunha abusou do poder com a finalidade de mudar a lei e impedir que um delator corrija o depoimento e usou o cargo de deputado para receber vantagens indevidas.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: