Cordeiro inaugura nova estação para tratamento de água

92

A Prefeitura de Cordeirópolis inaugurou a nova Estação de Tratamento de água da cidade. Iniciada em 2014, a obra chegou a ficar paralisada e, desde 2017, passou a estar entre as prioridades da atual gestão.

A cerimônia contou com a presença do prefeito Adinan Ortolan, acompanhado da primeira-dama e secretária de Educação, Angelita Ortolan, da vice-prefeita Fátima Celin, do presidente da Fundação Nacional da Saúde (Funasa), Ronaldo Nogueira de Oliveira, do superintende estadual da Funasa em São Paulo (Suest/SP), Eduardo Anastasi, da presidente do Poder Legislativo, Cássia de Moraes, da presidente do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Cordeirópolis (SAAE), Gilsa Minatel. O evento reuniu ainda moradores, equipe de gestão e servidores do SAAE.

Em seu pronunciamento, Ortolan fez questão de citar os gestores e órgãos que participaram do desenvolvimento da ETA desde sua concepção. Falou sobre a importância da valorização com o dinheiro público e comentou sobre os desafios no processo de construção da nova ETA.

“Concluímos com êxito mais um projeto. Portanto, hoje o sentimento é de gratidão por todos aqueles que de uma alguma forma contribuíram para que este sonho se tornasse realidade. Foram R$ 12,3 milhões captados junto ao Governo Federal que, somados à contrapartida da Prefeitura, chegou-se a cerca de 14 milhões de reais de investimentos que permitiram que hoje Cordeirópolis tenha uma Estação de Tratamento de Água moderna, mais eficiente e ainda alinhada aos princípios de sustentabilidade”, disse.

Durante o discurso, o presidente da Funasa, Ronaldo Nogueira de Oliveira, ressaltou que esta obra em Cordeirópolis deve servir de exemplo para os municípios de todo o país. “A Funasa possui uma equipe comprometida que vem dando suporte para contribuir para que a população brasileira tenha mais qualidade de vida por meio das ações que priorizam projetos como desta Estação, que ajudam a garantir a dignidade humana, que é uma grande preocupação do Governo Federal”, destacou.

Homenagem

A construção leva o nome de “Oswaldo Granusso”, proposta feita pela então vereadora Liliane Aparecida Broeto Genezelli.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: