Fachada de um dos prédios no Alto do Santana, que foi alvo de depredação por vândalos

Ednéia Silva

Fachada de um dos prédios no Alto do Santana, que foi alvo de depredação por vândalos
Fachada de um dos prédios no Alto do Santana, que foi alvo de depredação por vândalos

O antigo prédio da Unesp (Universidade Estadual Paulista) no Alto do Santana que irá abrigar o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP) tem sido alvo frequente de queixas dos moradores da região por causa do abandono. Lixo e mato se acumulam e o imóvel sofre com a depredação. Com lâmpadas apagadas, o local está às escuras e a população teme transitar nas imediações durante a noite.

Em dezembro do ano passado, a prefeitura informou que a reforma do prédio seria iniciada no início deste ano. A comunidade afirma que a prometida reforma do prédio está parada. As obras começaram, mas foram interrompidas sem conclusão. Questionado sobre o fato, o IFSP, por meio de sua assessoria de imprensa, esclarece que a primeira fase da reforma dos prédios doados ao instituto começou no dia 2 de fevereiro e irá terminar no mês de julho. Tanto que a pintura em alguns pontos já foi concluída.

“A partir de julho, o IFSP começa suas atividades no primeiro prédio reformado (conhecido no local como prédio da Física). Para as próximas etapas, os processos de licitação aguardam pela aprovação do orçamento para começarem”, afirma a assessoria.

As informações foram confirmadas pela prefeitura, que negou que haja atraso no ritmo da reforma. “As obras de reforma de parte do prédio da antiga Unesp Santana para abrigar o Instituto Federal de Educação de São Paulo tiveram início na primeira semana de fevereiro, conforme divulgado na época”, explica.

De acordo com o governo municipal, as obras seguem dentro do cronograma e são realizadas pelo governo federal, que está investindo R$ 700 mil nesta primeira etapa de reforma. “No momento estão sendo feitas a pintura interna e externa e da parte de ferragens. Outra equipe trabalha na conclusão do pátio externo e na adequação das salas que estão sendo transformadas em laboratórios de química”, conclui.

O IFSP informou que já oferece cursos FIC (Formação Inicial e Continuada) em algumas estruturas oferecidas pela prefeitura, mas as atividades no prédio doado começam a partir de julho.

O prédio que irá abrigar o IFSP foi cedido à prefeitura pela Unesp. No local, já funcionou o Cead (Centro de Especialidades e Apoio Diagnóstico), que mudou para a Avenida 24 no bairro Santana. No entanto, um dos blocos ainda abriga o Centro de Economia Solidária.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Segurança:

URGENTE: homem é atacado por enxame de abelhas no Terra Nova

Vítima fatal de acidente no Grande Cervezão é sepultada