Comércio local tem dia de Black Friday com promessa de descontos imperdíveis

172

Ednéia Silva

Importada dos Estados Unidos, aos poucos a liquidação chamada de Black Friday vai sendo incorporada ao comércio brasileiro. Em Rio Claro não é diferente. Lojas grandes e pequenas se engajaram na campanha e estão prometendo ofertas e descontos imperdíveis para os consumidores. A promoção terá até mesmo um horário especial de atendimento. As lojas do comércio de rua vão abrir das 7 às 20 horas nesta sexta-feira (27) e das 9 às 16 horas no sábado (28).

Cartazes, faixas e banners são utilizados para anunciar as promoções e atrair os consumidores. O índice de descontos varia conforme o produto e o estabelecimento. Há promessa de desconto de 30%, 40%, 50% e até percentuais mais elevados. Os consumidores ainda têm a opção de fazer compras no Shopping Center de Rio Claro. O centro de compras realiza até domingo (29) a Black Week, que promete derrubar os preços das mercadorias e facilitar as condições de pagamento. De acordo com shopping, “as lojas usarão etiquetas especiais, bexigas e outras atrações para indicar os produtos selecionados para a Black Week 2015, além de destacar em suas vitrines a proposta da promoção”.

Lojas usaram bexigas e outros materiais chamativos nas cores branca e preta para anunciar as promoções da Black Friday
Lojas usaram bexigas e outros materiais chamativos nas cores branca e preta para anunciar as promoções da Black Friday

Vanessa dos Santos Pereira desconfia das promoções, mas pretende dar uma conferida nas ofertas. “Não sei se vou comprar, mas pretendo conferir. Se tiver preço bom, quero comprar um notebook”, disse. Rogério Silva está meio descrente, porque no ano passado não encontrou ofertas boas. “Vim no ano passado e não valia a pena porque o preço não baixou quase nada”, disse.

O diretor do Procon de Rio Claro, José Pires Pimentel de Oliveira Neto, informou que o órgão pretende colocar os fiscais na rua para percorrer o comércio do Centro e do Cervezão. Para o consumidor, ele orienta verificar as ofertas antes de efetuar a compra. Com relação às mercadorias, a dica é verificar se elas estão em ordem e sem defeitos.

Em anos anteriores houve reclamações sobre a Black Friday e denúncias de falsos descontos. Por conta disso, a Fundação Procon-SP e a Proteste – Associação Brasileira de Defesa do Consumidor estão monitorando os preços dos produtos para coibir falsas promoções nas lojas físicas e virtuais.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: