Com a chuva, muro de casa na periferia desaba

114

Carine Corrêa

Parede que faz divisa com propriedade vizinha acabou cedendo com a força da água na noite dessa terça-feira, dia 17
Parede que faz divisa com propriedade vizinha acabou cedendo com a força da água na noite dessa terça-feira, dia 17

A chuva forte que caiu no município na última terça-feira, dia 17, provocou a queda do muro de uma casa situada na Rua 21, no Parque Universitário. A família que mora na residência – mãe, filha, marido e sogra – relata que estavam assistindo a televisão, quando ouviram o barulho do trovão. “Eu estava indo para o quarto da minha mãe e, quando vi, a água já estava escorrendo pela casa inteira. Chamei meus tios para ajudarem”, relatou a filha do casal.

Eles ainda relembram que há cerca de três anos a casa foi inundada duas vezes na mesma semana. Domingos Santos recorda com a família o prejuízo. Na época, o muro cedeu e foi preciso comprar a maioria dos móveis novamente. O caso foi parecido com o dessa terça (17). A água entrou pelo muro que faz divisa com a propriedade vizinha. Foi necessário reconstruir o muro. No entanto, o custo do material foi arcado na ocasião pelo vizinho. “Agora fica o medo com uma nova chuva”, ressaltou.

O material escolar da filha do casal foi destruído pela água. “Desta vez iremos registrar um boletim de ocorrência”, salientou.

A Defesa Civil foi acionada e prestou auxílio à família. Não houve nenhum ferido. No entanto, a família teme pela estrutura, que ficou comprometida. O quarto da filha do casal deverá permanecer fechado, já que faz divisa com o muro que cedeu. “Vamos quebrar o restante da parede e fazer o registro na polícia. Antes havia um projeto para uma viela que passaria atrás do nosso muro. Com o terreno acidentado, a vazão da água acaba sendo em direção à nossa casa. Por desnível, acaba escorrendo para cá”, acrescenta um dos membros da família.

A mulher de Domingos conta que, com a queda da parede, não conseguiu dormir. “Ficamos a noite inteira acordados com medo. Se continuar a chuva, a água vai escorrer para minha casa e poderá causar rachaduras e comprometer ainda mais a estrutura”, teme.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: