Levantamento da Guarda Civil Municipal de Rio Claro aponta que até as 15 horas deste sábado (27) foram feitas 600 orientações e 17 notificações nas barreiras sanitárias. “Estas notificações poderão gerar multas”, observa o comandante da GCM, Rodrigo Gonçalves.

As barreiras estão sendo feitas num trabalho conjunto da GCM, Polícia Militar, Defesa Civil e Vigilância Patrimonial do Município, para que seja cumprido o decreto municipal que estabelece mais restrições na pandemia de Covid-19.

Além de orientações sobre as restrições e de cuidados sanitários, muitas pessoas que foram abordadas nas barreiras receberam máscaras de proteção.

“Isolamento social, uso de máscara e higienização das mãos devem ser cuidados permanentes para evitar a contaminação pelo coronavírus”, observa a secretária municipal de Saúde, Giulia Puttomatti.

Quem não seguir as restrições do decreto municipal divulgado sexta-feira (26) pela prefeitura de Rio Claro poderá ser multado em até R$ 4.900,00. O valor da multa será dobrado no caso de reincidência.

As restrições começaram às 20 horas de sexta-feira e vão até as 8 horas de 5 de abril.
No artigo 7º, o decreto estabelece multa de R$ 290,90 (10 unidades fiscais do Estado de São Paulo) para pessoas e veículos que circularem em via pública em situação não autorizada. No artigo 4º o decreto estabelece em que situações pessoas e veículos poderão circular.

De acordo com o boletim divulgado neste sábado (27) pela Secretaria Municipal de Saúde, a ocupação de leitos públicos e particulares em Rio Claro continua alta. São 159 pessoas hospitalizadas sendo 80 em UTI. Com mais dois óbitos, o município chegou a 285 mortes por Covid.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia: