Banda dos Ferroviários completa 120 anos

150

Laura Tesseti

A Banda Sinfônica “União dos Artistas Ferroviários” de Rio Claro faz 120 anos e comemora data em concerto sobre a história do cinema
A Banda Sinfônica “União dos Artistas Ferroviários” de Rio Claro faz 120 anos e comemora data em concerto sobre a história do cinema

A Banda Sinfônica “União dos Artistas Ferroviários” de Rio Claro comemora, em 5 de agosto, 120 anos de existência.

Rafael Garbuio, maestro da banda, fala sobre tantos anos de história. “No ano de 1896, um grupo de rio-clarenses apaixonados pela arte musical e determinados a fazer diferença naquele cenário do final do século XIX construiu as bases deste projeto que mais de um século depois continua atuando e contribuindo para o cenário artístico musical de sua cidade.”

O maestro explica que os objetivos dos músicos da época eram desconhecidos em relação ao futuro da banda, mas que os resultados ainda estão sendo colhidos. “Não sabemos ao certo quais eram os anseios daqueles senhores, tampouco podemos nos certificar de qual o tamanho da ambição que tinham. No entanto, podemos atestar, por meio do patrimônio artístico construído por esta Banda Sinfônica e a Sociedade Musical que a circunda, o quão importante foi aquele movimento espontâneo nascido no seio da cidade de Rio Claro, e o quão honroso é para nós, atuais integrantes desta Banda Sinfônica, comemorar essa data junto à cidade que a fez nascer.”

CONCERTO

O concerto comemorativo acontece no dia 27 de agosto, no Grêmio Recreativo dos Empregados da Cia Paulista de Rio Claro, a partir das 20h30, e a entrada é um quilo de alimento não perecível. O tema será “Uma História de Cinema”. “Será a oportunidade de contar a história de nossa Banda Sinfônica por meio da história do cinema”, finaliza Garbuio.

Comemoração

A comemoração dos 120 anos da banda acontece ao longo do ano de 2016, com diversas apresentações. Mas no dia 27 de agosto, no Grêmio Recreativo, localizado na Rua 9, 1.569, no bairro Santa Cruz, em Rio Claro, será o ápice dos 120 anos, durante um concerto sobre a história do cinema.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: