Após cinco dias, foi identificado na manhã desta sexta-feira (23), o corpo que estava desde o último domingo (18) no Instituto Médico-Legal de Rio Claro. Trata-se de Alexandro Daniel da Silva.

A ocorrência
A vítima foi localizada em uma área rural atrás do Novo Jardim Wenzel (próximo ao Rio Corumbataí e uma cerâmica), em avançado estado de decomposição e sem nenhuma documentação.
O caso foi registrado como morte suspeita e, desde então, o corpo encontrava-se no IML.

Divulgação
Através de uma publicação do Jornal Cidade, com as características do corpo, pelas quais a vítima tinha uma tatuagem no braço direito escrito ‘Mara’, usava uma pochete preta escrito ‘Yamaha’ e uma calça bege, familiares compareceram no IML e realizaram a identificação do mesmo.

Enterro
O sepultamento irá acontecer na manhã deste sábado (24), no Cemitério Municipal São João Batista.
A investigação segue a cargo da Polícia Civil de Rio Claro, que aguarda laudo necroscópico que irá apontar a causa da morte, se a vítima sofreu algum tipo de violência. Alexandro Daniel da Silva tinha 23 anos de idade.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Segurança:

Câmeras flagram furto de vasos no Jardim Donangela

Boletim policial desta quinta-feira(29)