Folhapress

Um vereador de Divinópolis (MG) passou mal e desmaiou durante um discurso na Câmara local nesta quinta-feira (28), quando rebatia imagem divulgada nas redes sociais que associava ele à “ideologia de gênero”.

Diego Espino (PSL-MG) foi atendido ainda na Câmara por um colega que, além de vereador, é enfermeiro. Em seguida, ele foi levado a uma policlínica local e já passa bem, segundo informaram funcionários de seu gabinete à reportagem.

“Foi um conjunto de emoções, estresse, mas passa bem. Ele foi prontamente atendido por um vereador que também é enfermeiro. Ele mediu a pressão de Espino e depois foi encaminhado à policlínica. Mas já recebeu alta e está em casa com a família”, disse Cleo Júnior, assessor jurídico do gabinete do vereador.

O parlamentar é autor de um projeto que permite o uso do nome social por transexuais no município, que estabelece, portanto, o reconhecimento no âmbito da administração pública do nome usado por essas pessoas publicamente, e não só o nome de registro.

A montagem que motivou o discurso inflamado do vereador colocava Diego à frente de uma bandeira do arco-íris, símbolo do movimento LGBTQIA+, e dizia que ele previa “implantar a ideologia de gênero em Divinópolis”.

Na tribuna, Espino, que pertence a um partido conservador, chamou os autores da imagem de “canalhas” e “bando de vagabundos”, enquanto dava socos na mesa.

A expressão “ideologia de gênero” surgiu a partir das críticas de religiosos conservadores à discussão do conceito de gênero, que, segundo eles, se tratava na verdade de um movimento doutrinador da esquerda marxista que pretendia atentar contra o modelo tradicional de família idealizado por esses críticos.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Pharoah Sanders, saxofonista e lenda do jazz, morre aos 81 anos

Cresce número de crianças registradas por mães solo

JC nas Eleições debate dificuldade para Rio Claro eleger deputados