Suspeitos do assassinato de tatuador de Rio Claro são presos

5446

A Polícia Civil de Conchal (SP) confirmou que prendeu nesta sexta-feira (4) dois homens suspeitos do assassinato do tatuador rio-clarense Felipe Maule Rodrigues de Camargo.

A dupla, um homem de 19 anos e outro de 36 anos, tiveram o mandado de prisão temporária decretado e irão para a penitenciária de Pirassununga.

Conforme o JC noticiou no dia 1º, o tatuador foi encontrado na segunda-feira (30) morto em sua residência naquela cidade com várias marcas de perfurações pelo corpo, que foi trazido para Rio Claro e sepultado no Cemitério Municipal São João Batista.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: