Sindicato pressiona e pede a não aprovação de cargos na Fundação Ulysses Guimarães

92

Antonio Archangelo/Coluna PolítiKa

Diretores do sindicato dos servidores municipais durante conversa com a vereadora Maria do Carmo Guilherme (PMDB)
Diretores do sindicato dos servidores municipais durante conversa com a vereadora Maria do Carmo Guilherme (PMDB)

Diretores do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Municipal de Rio Claro entregaram aos vereadores, na tarde dessa segunda-feira (30), ofício para que o Projeto de Lei Complementar 034/2015, sobre a Reforma Administrativa da Fundação Pública Municipal Ulysses Silveira Guimarães seja rejeitado pelos vereadores.

De acordo com o documento, “o Sindicato dos Funcionários do Serviço Público Municipal de Rio Claro, em nome dos servidores públicos, considerando entre inúmeros outros fatores que a Prefeitura alega contenções de gastos; as negociações salariais não avançam e nos ofereceram até o presente momento de 5% de aumento salarial numa inflação de 7,9%; e aumento insignificante no cartão alimentação: solicitamos que os senhores, nobres vereadores, em nosso ofício representado na figura do senhor Presidente da Câmara, João Zaine, não aprovem o projeto de lei complementar 034/2015 que prevê a criação de cargos na Fundação Ulysses Guimarães”, alega o presidente do sindicato Antonio Fernando David Reginato.

“(…) pela desnecessidade dos serviços até agora não esclarecidos a população, é fato que ninguém consegue esclarecer e convencer sobre a necessidade, operacionalidade e serviços oferecidos por esta Fundação e, consequentemente, a necessidade de novos cargos comissionados e com salários exorbitantes diante da realidade da maioria significativa dos servidores públicos municipais”. Sobre a proposta de acordo coletivo, a assessoria de imprensa da Prefeitura de Rio Claro ainda não se posicionou de forma oficial sobre o tema, porém divulgou nota afirmando que “a Prefeitura de Rio Claro vai antecipar o pagamento de salários dos serviços públicos municipais, referentes ao mês de março. A Secretaria Municipal de Economia e Finanças informa que o dinheiro estará nas contas dos servidores na quarta-feira, primeiro dia de abril. Quarta-feira será também o último dia de trabalho na maioria das repartições públicas municipais na semana que vem, uma vez que o prefeito Du Altimari declarou a quinta-feira, dia 2, ponto facultativo. Serviços de saúde, segurança e abastecimento de água funcionarão com plantões”.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: