O município de Rio Claro irá seguir na íntegra as determinações do Plano São Paulo, anunciadas pelo governo estadual para serem adotadas a partir da próxima segunda-feira (15) a fim de reduzir o número de contaminações pelo coronavírus nesta pandemia.

“O momento é preocupante e exige a colaboração de todos”, afirmou o prefeito Gustavo Perissinotto em reunião do comitê municipal de enfrentamento ao coronavírus.

O prefeito lembrou que várias medidas estão sendo providenciadas pela prefeitura para tentar conter o avanço da pandemia no município e também para poder atender os pacientes. “Oficiamos os governos estadual e federal para o aumento no número de leitos, pedimos celeridade ao consórcio regional de saúde para a compra de vacinas e estamos trabalhando para a contratação de mais médicos”, resumiu Gustavo Perissinotto.

Para diminuir a circulação de pessoas nas repartições públicas municipais, a prefeitura de Rio Claro irá manter o atendimento exclusivamente a partir de agendamento por telefone. O interessado deve ligar para o departamento onde pretende ser atendido e marcar dia e horário.

Outra decisão mantida pelo prefeito Gustavo Perissinotto é a redução em até 50% no número de funcionários trabalhando nas repartições municipais. Sempre que possível, os serviços serão feitos em home office.

O transporte coletivo terá monitoramento permanente da prefeitura para que o número de ônibus seja o suficiente para transporte de quem cumpre atividade essencial e precisa do transporte público. As regras e restrições impostas pelo Plano SP terão fiscalização pela Vigilância Sanitária, Guarda Municipal e Polícia Militar.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Saiba como denunciar assédio sexual sofrido no trabalho

Rio Claro vacina contra a Covid a partir das 7h30