Equipamentos ficaram totalmente destruídos após a explosão

Lucas Calore

Os caixas eletrônicos do banco Santander que ficam localizados dentro da Santa Casa de Misericórdia de Rio Claro foram explodidos no final da madrugada desta quarta-feira (5), por volta das 5h.

Equipamentos ficaram totalmente destruídos após a explosão
Equipamentos ficaram totalmente destruídos após a explosão

Segundo informações da Polícia Militar, mais de 10 homens teriam participado da ação com o uso de dinamite para conseguirem explodir os equipamentos. Tiros também foram ouvidos no local e não há feridos.

O forte barulho assustou pacientes que estão internados no local, além de funcionários e moradores vizinhos. Uma leitora do JC que estava no local informou que funcionários assustados com a explosão pediram para que acompanhantes de pacientes se trancassem no banheiro.

Danilo de Almeida, coordenador da Defesa Civil de Rio Claro, informou que a estrutura do entorno da Santa Casa foi analisada para verificar possíveis riscos. Foi confirmado, então, que nada foi afetado. Uma empresa foi acionada para a remoção dos escombros. Vários cilindros de oxigênio, que são inflamáveis, estavam próximos ao local da explosão e não sofreram danos.

A ação durou apenas dois minutos e os bandidos fugiram com quantia de dinheiro ainda não contabilizada em dois veículos diferentes. Antes, acabaram deixando cerca de R$ 130 mil para trás.

Autoridades da PM estão apurando o ocorrido e contam com o apoio do helicóptero Águia que faz buscas pelos suspeitos nos arredores do hospital. A Defesa Civil averiguou a situação após a explosão e não há riscos de maiores problemas.

Clique para ampliar:

Novas informações serão atualizadas em breve aqui no site do JC.

Atualizado às 10h49; 13h50

Mais em Segurança:

Bebê nasce dentro da viatura do SAMU