Pílula do câncer: teste em humanos têm início

67

Do Portal do Governo do Estado

Começam nesta segunda-feira (25) os primeiros testes em humanos da fosfoetanolamina sintética, substância usada no tratamento do câncer. Os trabalhos foram autorizados pela Comissão Nacional de Ética em pesquisa e serão realizados pelo Instituto do Câncer de São Paulo (Icesp).

A iniciativa partiu do governo paulista, que desenvolveu as pesquisas dentro da USP (Universidade de São Paulo). Inicialmente serão escolhidos 210 pacientes com 10 tipos de tumores diferentes, já que a substância pode ser eficiente contra uma espécie de câncer e outra não.

“Deve começar provavelmente com 3 comprimidos ao dia e vai sendo feito acompanhamento. Em oito semanas já se tem uma avaliação de resultado. Se de cada 21 pacientes três apresentarem resultado positivo, aí passa para a segunda fase, quando teremos mais 800 pacientes, mais 80 pacientes de cada tipo de tumor”, explicou o governador Geraldo Alckmin durante o anúncio do início dos testes, na quinta-feira (21).

Alckmin ressaltou que “todo o processo será feito com o máximo de rigor científico e dentro dos padrões de segurança”. Entre os tipos de tumor que serão combatidos nesta fase de teste estão os de próstata, pulmão, mama e colo uterino. Os candidatos passarão por triagem e deverão preencher os critérios de elegibilidade para determinar a segurança da droga.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: