Uma operação do GAECO (Ministério Público), Receita Federal, Polícia Militar e corregedoria da Polícia Civil mobilizou seis viaturas e 20 policiais militares na manhã desta terça-feira (5), em Rio Claro.

Foram cumpridos três mandados de prisão contra um proprietário de revenda de veículos e um advogado de Rio Claro.  Além disso, também foi detido um terceiro acusado que estava hospedado em hotel na cidade. Ainda foram realizadas apreensões de documentos, computadores e imagens das câmeras da revendedora de veículos.

Um delegado, sua esposa e um investigador da Polícia Civil de Rio Claro, que teriam envolvimento no caso, prestaram informações ao Ministério Público.

Três carros de luxo acabaram apreendidos durante a operação. Os policiais estiveram em duas residências em Ipeúna, no hotel e em três estabelecimentos comerciais de Rio Claro.

A operação também realizou prisões em Piracicaba, Campinas e São Paulo, onde foi detido mais um advogado da região de Avaré.

O GAECO ainda não se pronunciou oficialmente sobre a natureza dos crimes praticados pelos acusados.

Computadores foram apreendidos na revendedora de veículos.
Veículos apreendidos na Operação.
blank
Veículo apreendido na operação.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.