Leitores denunciam falta de iluminação em bairros

81

Carine Corrêa

Denúncia recente apontou nove lâmpadas queimadas no viaduto do bairro Terra Nova
Denúncia recente apontou nove lâmpadas queimadas no viaduto do bairro Terra Nova

Onze reais mensais. É este o valor que uma moradora do Parque Universitário diz pagar pela iluminação pública. Ela denuncia que na Rua 20 com a Avenida 54 muitas luminárias estão queimadas, deixando toda a região no escuro.

“Já reclamamos diversas vezes na Ouvidoria da prefeitura. Nos atendem muito bem, mas não resolvem o problema. Estamos pagando e há mais de 15 dias é essa a situação nesse trecho do bairro”, fala a mulher, que não quis se identificar.

Outra queixa é do leitor José Mario, morador do Vila Martins. Ele encaminhou uma foto à redação mostrando a escuridão no bairro. O trecho escuro vai da Avenida M-15, a partir da esquina da Rua M-4, até a Rua M-2”. Também reclamaram sobre a falta de iluminação na Rua 3 entre as avenidas 36 e 40, nos fundos da escola Chanceler Raul Fernandes.

>>> Munícipes denunciam pontos sem iluminação em bairros

Por sua vez, a Prefeitura de Rio Claro afirma que os serviços de manutenção tiverem início há dez dias e estão sendo feitos interruptamente, inclusive nos fins de semana, para normalizar a situação da iluminação pública.

“Toda a cidade está sendo atendida e a previsão é de que essa etapa dos trabalhos seja concluída no mês que vem, quando mais de duas mil lâmpadas deverão ter sido trocadas. Além de ruas e avenidas, as praças públicas do município também estão recebendo manutenção no sistema de iluminação. Até o final da tarde de terça-feira (9), 13 praças já haviam recebido as melhorias. O trabalho também já foi iniciado na praça da Bela Vista, em frente à Unesp. Para viabilizar esse trabalho, o município criou a contribuição de iluminação pública e contratou uma empresa (a Selt Engenharia), uma vez que a manutenção do sistema, que era feito pela Elektro, passou a ser de responsabilidade da prefeitura devido a uma decisão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A população pode fazer solicitações de serviços na Ouvidoria do Município, pelo telefone 3526-7145. Todos os pedidos são encaminhados à Selt. A prefeitura faz a fiscalização dos serviço”, justificou em nota.

1 COMENTÁRIO

Qual sua opinião? Deixe um comentário: