Infratores tentam fugir da fiscalização

127

Adriel Arvolea

Imagem cedida pela Secretaria de Mobilidade Urbana mostram os abusos dos infratores no trânsito de Rio Claro
Imagem cedida pela Secretaria de Mobilidade Urbana mostra os abusos dos infratores no trânsito de Rio Claro

Usar blusa, sacos plásticos e outros objetos para esconder a numeração da placa do veículo para fugir da fiscalização eletrônica têm sido a maneira encontrada por infratores de Rio Claro para burlar a lei.

Segundo a Secretaria de Mobilidade Urbana e Sistema Viário, tais atitudes são observadas em todos os pontos onde estão instalados os radares. A Central de Monitoramento da pasta flagra essas e outras imprudências, com registro fotográfico e detalhes da ocorrência. “Os motoristas flagrados cometendo a irregularidade são passíveis de penalidades”, explica a secretaria.

Hoje, com todo o sistema de radares implantado, Rio Claro conta com um total de 27 pontos fixos de fiscalização eletrônica. São seis lombadas eletrônicas, nove radares fixos de controle de velocidade e 12 radares que detectam avanço de sinal vermelho e velocidade dos veículos. Além disso, o município possui três radares móveis, que são deslocados para diversos locais.

O secretário municipal de Mobilidade Urbana e Sistema Viário, José Maria Chiossi, destaca que a redução na velocidade dos veículos “é fundamental para um trânsito mais seguro, pois, além de diminuir em muito os riscos de acidentes graves, também reduz significativamente o risco de morte, principalmente de pedestres, vítimas de atropelamentos em via pública”.

Em contrapartida, há os que desrespeitam os limites e colocam em risco a segurança de terceiros e, também, a própria integridade física. Nos flagrantes mostrados nas imagens abaixo, o próprio condutor ou o garupa se inclinam para trás na tentativa de esconder, com as mãos, a numeração das placas, podendo se desequilibrar e cair. Mesmo querendo burlar a lei, os radares continuam funcionando para coibir ações do tipo e disciplinar o trânsito de Rio Claro. Se receber multa, não adianta reclamar depois.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: