A queimada urbana é cometida por infratores para a remoção de material acumulado em terrenos baldios

Sidney Navas

A queimada urbana é cometida por infratores para a remoção de material acumulado em terrenos baldios
As causas das queimadas ainda estão sendo investigadas, mas existe a suspeita de origem criminosa (Foto: Arquivo JC)

Só na tarde de ontem (22), os Bombeiros foram mobilizados para atender quatro chamados de incêndio em locais distintos da cidade. No começo da noite, um incêndio de grandes proporções também atingiu um terreno localizado na Rua 24, no bairro Nova Rio Claro, perto do prédio do Centro de Ressocialização Masculino (CRM). As causas das queimadas ainda estão sendo investigadas, mas existe a suspeita de origem criminosa.

A assessoria da prefeitura municipal distribuiu um comunicado informando que a quantidade de queimadas registrada até a terceira semana de agosto deste ano em Rio Claro supera em 159% a verificada durante todo o ano passado. A informação é da Defesa Civil do município, que volta a solicitar a colaboração da comunidade no sentido de não colocar fogo em terrenos ou áreas verdes, seja no perímetro urbano ou na área rural.

De acordo com as mesmas informações, em 2013, a Defesa registrou 22 ocorrências de queimadas. De janeiro até essa sexta-feira (22), foram 57 atendimentos. Um dos motivos do expressivo crescimento é o grande período de seca registrado neste ano, inclusive no verão, que normalmente é época de chuvas. Nos últimos dias, a umidade relativa do ar registrada no município está, em média, na casa dos 26%. “Abaixo dos 30% significa que entramos em estado de atenção”, explica o diretor da Defesa Civil de Rio Claro, Danilo de Almeida Kuroishi, que, com esse cenário, reforça a importância da viatura autotanque que está sendo providenciada ao Corpo de Bombeiros a partir do trabalho conjunto entre município, estado e governo federal. A população deve colaborar, não ateando fogo aos terrenos baldios do município.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Segurança:

Quase 900 soldados tomam posse na Polícia Militar

Furto de veículo é flagrado por câmeras de segurança