Adriel Arvolea

Limite de velocidade de 50 km/h é desrespeitado por alguns motoristas; situação coloca em risco a segurança do trânsito no trecho marcado por imprudências
Limite de velocidade de 50 km/h é desrespeitado por alguns motoristas; situação coloca em risco a segurança do trânsito no trecho marcado por imprudências

De acordo com o 37º Batalhão da Polícia Militar do Interior (37º BPM/I), os acidentes verificados no trânsito de Rio Claro se resumem à imprudência dos motoristas quanto às leis e sinalização. Falta de atenção ao volante e inobservância às regras e à sinalização são os principais problemas verificados. Como resultado, já são 446 registros de lesão corporal culposa por acidente de trânsito, de janeiro a abril deste ano, no município, segundo levantamento da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo.

Preocupados com os riscos ao trânsito de Rio Claro, moradores e, também, motoristas apontam para os excessos cometidos na Rua 3-B, extensão das avenidas 22-A à 8-A, no Vila Indaiá. O limite de velocidade é 50 km/h, mas não tem sido respeitado. “Agora com radares móveis espalhados pela cidade, alguns passaram a respeitar os limites das vias públicas. Porém, há os que excedem e colocam em risco a segurança do trânsito, como na Rua 3-B”, comenta Emerson Dionísio de Almeida.

A reivindicação é para que radar seja instalado no trecho, a fim de coibir as infrações. Segundo o secretário José Maria Chiossi, os” equipamentos de fiscalização eletrônica estão instalados em trechos onde a equipe técnica da Secretaria de Mobilidade Urbana e Sistema Viário constatou o risco de acidentes e a incidência frequente de desrespeito à sinalização de trânsito”. No momento, o trânsito do município tem oito radares fixos e três móveis que geram multas aos motoristas infratores, fiscalizando a velocidade dos veículos que trafegam nas vias públicas do município. Os fixos estão instalados na Rua 6 com Avenida 40, Rua 14 com Avenida 8, Rua 14 com Avenida 11, na Rua 6 com avenidas M-21 e M-23, na Rua 3-A entre avenidas 32-A e 34-A, e na Avenida 40 com Rua 6. Tem, também, na Avenida Tancredo Neves – próximo a Avenida 17, nos dois sentidos da via, e na Presidente Castelo Branco, no sentido bairro-centro.

Ocorrências

Registros do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e Corpo de Bombeiros, confirmam que as avenidas Visconde do Rio Claro e a Brasil aparecem em primeiro lugar em relação ao número de acidentes de trânsito. Dessa forma, primando pela segurança e a redução das estatísticas, a Polícia Militar dá dicas para um trânsito mais seguro:

– respeite as regras de segurança e as normas do código de trânsito;

– respeite as distâncias de segurança e os limites de velocidade;

– utilize o cinto de segurança;

– nas vias públicas, dê preferência ao pedestre;

– em cruzamento não sinalizado, dê preferência de passagem ao veículo que se aproxima pela direita;

– evite ultrapassagens perigosas; dirija com cuidado e cautela.

Mais em Segurança:

VÍDEO: Dupla de moto rouba caminhonete no Santa Cruz

ÁUDIO: Boletim Policial desta sexta-feira (14)