Denúncia de filhotes abandonados na calçada não procedia, segundo a GCM

Na segunda e terça-feira, equipes da Guarda Civil foram acionadas para averiguar três possíveis casos de maus-tratos contra animais. O primeiro, na Rua Jacutinga, dois cães estariam vivendo em condições precárias e eram agredidos constantemente. Já o segundo, no Parque Universitário, outros dois cães de grande porte estavam sendo maltratados. O terceiro caso ocorreu no bairro São José, onde a denunciante informou que um senhor havia abandonado dois filhotes de cachorro, dentro de uma caixa de papelão, na calçada.

Os Guardas Civis fizeram contato com o proprietário dos animais que morava em frente ao local onde os filhotes estavam e ele disse que havia deixado os cãezinhos para tomar sol, pois sua casa é muito gelada e tinha medo deles adoecerem, mas que estava observando-os.

Nas duas primeiras ocorrências, os GCMs forneceram orientações aos tutores sobre melhorias nas condições da qualidade de vida dos animais para evitar os maus-tratos e passaram os casos ao Departamento de Proteção Animal da Prefeitura, que fará o acompanhamento. No último caso, foi descartada a denúncia. Esteve presente na ocorrência, uma veterinária do Canil Municipal que, também, constatou a improcedência da denúncia.

A Guarda Civil conta com uma Patrulha exclusiva para atender ocorrências de crimes ambientais e maus-tratos contra animais. Para denúncias de flagrantes, a população deve ligar no 153. Para denúncias de averiguação de maus-tratos, a população deve enviar e-mail para [email protected]

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Prefeitura fecha trânsito na Av. Amaral Gurgel domingo

Rio Claro poderá ter projeto de natação para 1.000 crianças