Gatinho resgatado de bueiro será colocado para adoção

601

Um “pedido de socorro” inusitado mobilizou durante vários dias um quarteirão na Rua M-8, do Jardim Boa Esperança, e terminou com final feliz. Miados, que começaram a ser ouvidos na quinta-feira passada, fizeram com que moradores tentassem retirar um gatinho de um bueiro. Diante do insucesso nas tentativas, a prefeitura foi acionada e realizou na quarta-feira (13) uma operação conjunta que resultou no salvamento do bichano.

Após monitoramento das tubulações feito por meio de filmagens pela BRK Ambiental, uma equipe de manutenção do Daae foi ao local. Um buraco precisou ser aberto no asfalto para ter acesso à galeria de água onde estava o gato.

O uso da escavadeira exigiu muita habilidade para que não houvesse risco ao animal. Mesmo embaixo de muita chuva, o gato, com cerca de 40 dias, foi resgatado e levado para receber cuidados. Após sua total recuperação, ficará disponível para adoção responsável.

“De acordo com moradores, o gatinho estaria preso no bueiro desde quinta-feira passada”, comenta a diretora do departamento de Proteção Animal, Gisele Pfeifer. “Agora este gato está sendo devidamente cuidado e, esperamos, vai ganhar um lar e receber muito amor e carinho”, acrescenta.

Coube ao funcionário do Daae, João das Neves, retirar o filhote do bueiro. Com 24 anos de experiência já havia feito resgate de animais como lagartos e cobras. “Mas foi a primeira vez que ajudei a resgatar um gato”, comentou.

O secretário Municipal de Meio Ambiente, Ricardo Gobbi, destacou o trabalho conjunto para resgatar o gato e reafirmou a atenção do governo municipal à causa animal. “São seres que merecem todo nosso respeito”, salienta.

De acordo com o superintendente do Daae, Paulo Roberto Bortolotti, o buraco que precisou ser aberto para resgatar o gato foi fechado ainda na quarta-feira.

O gato foi encaminhado para um lar temporário enquanto está sendo tratado. Interessados em adotar podem obter informações pelo telefone 3532-4115.

1 COMENTÁRIO

  1. Todos os meus 5 gatos foram resgatados de situações de risco, mas essa reportagem me fez lembrar do primeiro que chegou aqui em casa: também foi regatado de um bueiro no Jardim São Paulo em fevereiro de 2011 com essa idade também (40 dias). Hoje ele já está com 8 anos, uma siamês amoroso e lindo!

Qual sua opinião? Deixe um comentário: